Ainda não foi divulgada lista dos 312 municípios citados por alto risco de retorno da polio

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal, solicitou ao Ministério da Saúde informações sobre a queda de cobertura vacinal contra a poliomielite no Brasil. Notícias veiculadas pela imprensa apontam que o problema ocorre na maior parte das unidades da federação e que, ao menos, 312 municípios contam com alto risco de retorno da doença.

No ofício encaminhado ao secretário de Vigilância em Saúde Osnei Okumoto, a procuradora federal dos Direitos do Cidadão Deborah Duprat pede que a pasta informe quais são as cidades em situação mais difícil, bem como as causas já identificadas pelo Ministério da Saúde para essa baixa cobertura.
No Brasil a poliomielite, ou paralisia infantil, é considerada erradicada há mais de 20 anos, desde a década de 90.
O Ministério Público Federal também quer saber quais as eventuais ações previstas na política nacional de imunização para solucionar o problema e dá prazo de cinco dias para o recebimento das respostas, em razão da “gravidade e urgência do problema”.

Comments are closed.