Quando se fala em saúde pública e qualidade de vida a obesidade é vista como um dos maiores problemas da atualidade ao redor do mundo. As projeções da Organização Mundial de Saúde apontam que se não forem tomadas medidas para coibir o avanço, em 2025 cerca de 2,3 bilhões de adultos estarão com sobrepeso e, mais de 700 milhões, obesos. No Brasil, levantamentos recentes apontam que 50% da população se encontram acima do peso, quer seja na faixa de sobrepeso ou de obesidade.

Em Ituiutaba, o Núcleo de Apoio á Saúde da Família – Nasf da Secretaria Municipal de Saúde lançou nesta semana um projeto piloto intitulado “Amigos da Balança”, com o objetivo de acompanhar, orientar e estimular pessoas obesas que buscam apoio no processo de emagrecimento. “Nós vínhamos percebendo uma grande procura, de forma individual, de pessoas que procuravam atendimento em busca de receitas e orientações para emagrecer. Foi então que decidimos reunir estas pessoas em um grupo e desenvolver este projeto que terá duração de seis meses”, disse Renata Alves Cardoso, coordenadora do Nasf de Ituiutaba.

Segundo ela, a indicação dos participantes do grupo “Amigos da Balança” foi feita pelos PSFs, através dos médicos e enfermeiros responsáveis. Foram selecionados pacientes com IMC (Índice de Massa Corpórea) acima de 30 e com interesse em participar do grupo. Os interessados foram submetidos a uma rigorosa avaliação médica e tiveram sua participação liberada.

Continua após a publicidade

“Esta avaliação médica é uma das etapas mais importantes deste processo, pois pessoas com limitações físicas ou problemas cardíacos, por exemplo, não podem se submeter a determinadas atividades físicas e, portanto, ficaram impossibilitadas de participar do grupo”, justificou a coordenadora.

Ainda sobre o grupo, Renata Cardoso disse ainda, que acontecerão encontros semanais com a participação de todos os profissionais do Nasf. A pesagem se dará uma vez por mês. “Neste primeiro encontro já foram repassadas todas as orientações sobre como se dará o processo e entregue o cardápio com a dieta que será seguida. Também foram repassadas informações sobre cargas de atividades físicas e nos próximos encontros, teremos palestras motivacionais, com profissionais de Ituiutaba ou convidados de fora”, disse.

A coordenadora do Nasf concluiu dizendo que diante do resultado obtido com este projeto piloto, o programa será estendido e abertos novos grupos. “Este primeiro grupo que criamos conta com treze participantes e é fechado. Como se trata de um programa que deve seguir um cronograma de atividades, não é possível a entrada de pessoas ao longo do processo. Mas pelo que observamos até agora e, diante do interesse e demanda elevada, certamente abriremos novos grupos”, concluiu Renata Cardoso.


Comments are closed.