Com o tema “Mais Democracia e Mais Direitos Humanos: Esse é o Brasil que queremos para as LGBT”, Belo Horizonte recebe neste domingo (8) a 21ª edição da Parada LGBT.

A expectativa é que o evento reúna um público de 100 mil pessoas.

O palco da festa da diversidade é a Praça da Estação, onde as atividades artísticas de drag queens, músicos e grupos de dança voluntários serão iniciadas a partir das 11h.

Continua após a publicidade

Às 16h está prevista a saída da marcha, que será guiada por trios elétricos e seguirá pela avenida Amazonas até a Praça Raul Soares. 

A Parada LGBT de Belo Horizonte é promovida pelo Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais (Cellos-MG) em parceria com a Prefeitura de Belo Horizonte e Belotur. O Executivo Municipal investiu R$120 mil na estrutura do megaevento.

A edição de 2017 movimentou R$4,3 milhões de reais, com ocupação média de 82% da rede hoteleira da capital, aquecendo a economia e promovendo atividades de bares, restaurantes e grupos culturais.

Serviços municipais ligados à garantia de direitos sociais, nas áreas da assistência social e a saúde, contarão com intensa divulgação no local do evento, que é estruturado com barracas da Prefeitura de Belo Horizonte e de parceiros, como a Defensoria Pública do Estado, a UFMG e o Consulado Britânico. 


Comments are closed.