A Polícia Civil informou que Bruno Souza Passali vai responder por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. Segundo a corporação, como o etilômetro apresentado pelo motorista foi de 0,23, número que não é considerado crime de embriaguez ao volante, foi arbitrada uma fiança de R$ 15 mil. A informação da Polícia Civil, contudo, é que ele não vai pagar o valor e deve ser encaminhado ao sistema prisional nas próximas horas. 

Seis pessoas ficaram feridas em um acidente provocado por um carro de passeio, na manhã desta terça-feira (10), na barragem da Pampulha, em Belo Horizonte.

Na direção do carro estava Bruno Sousa Passali, de 24 anos, que, após atravessar a avenida Presidente Antônio Carlos, invadiu a área do Move e bateu em um ônibus. O jovem, que tem carteira de habilitação para condução de motocicletas, tinha consumido bebidas alcoólicas momentos antes durante uma festa. 

Continua após a publicidade

Passali não tinha carteira de motorista B, ou seja, com autorização para dirigir automóveis. Ele possuía apenas a carteira A, para motocicletas, que estava vencida desde o ano passado. 

À Polícia Civil, o homem afirmou que só vai responder em juízo.


Comments are closed.