Nos últimos dias, uma notícia veiculada em um portal de notícia goiano levantou a possibilidade do advogado tijucano, André Janones, ser um dos possíveis nomes para a disputa presidencial do Brasil nas eleições de 2018 que ocorrerão no mês de outubro. A publicação foi bastante compartilhada em grupos de redes sociais e dividiu opiniões entre os internautas.

Bastante assíduo nas redes sociais, o nome do advogado ficou conhecido pelo país após sua participação na paralisação dos caminhoneiros, iniciada após uma transmissão ao vivo em um bloqueio de profissionais da estrada na rodovia BR-365, em Ituiutaba. André tomou frente nas ações nos vários dias protestos, sendo suas redes sociais, um dos “canais oficiais” de parte da liderança do movimento.

De lá pra cá, o político, que já disputou eleição para o cargo de prefeito de Ituiutaba, segue mantendo grande engajamento com milhares pessoas de várias regiões do país.

Continua após a publicidade

Ocorre que a possibilidade de André Janones ser presidenciável inexiste, ao contrário do noticiado na mídia recentemente. A impossibilidade se dá pelo fato de que o advogado é nascido em 5 de maio de 1984, conforme dados do Tribunal Superior Eleitoral, possuindo atualmente 34 anos. Assim, conforme o artigo 14, inciso VI, da Constituição Federal de 1988, quando trata dos Direitos Políticos, a idade mínima para elegibilidade nos cargo de presidente, vice-presidente e senador é de 35 anos de idade.

No entanto, em 2018, o político tijucano poderá disputar cargos como governador, vice-governador (30 anos), além de deputado federal e estadual (21 anos).

O próprio André Janones utilizou, recentemente, suas redes sociais para dar fim à especulação, se colocando como pré-candidato ao cargo de deputado federal.

Este é o Autenticando, quadro do Pontal em Foco que visa esclarecer e elucidar fatos disseminados nas redes sociais.

 


Comments are closed.