Em entrevista, Túlio Maravilha narra episódio de ameaça e tiros em partida da Série C do Brasileiro em Ituiutaba; assista

Na ocasião, o jogador perdeu dois pênaltis e seu time, o Atlético-GO foi eliminado na segunda fase da Terceirona
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Em uma entrevista ao Canal Desimpedidos, no quadro Bolívia Talk Show, o atacante Túlio Maravilha, de 48 anos, autor de mais de 1.000 gols em sua trajetória pelo futebol profissional, narrou um fato bizarro, ocorrido no Estádio da Fazendinha, episódio que viveu durante o aquecimento  para o jogo entre Ituiutaba e Atlético-GO, válido pela Série C, em 2003, quando o mesmo defendia a equipe goiana. “Um torcedor com um chapéu de couro e um revólver trinta e oito entrou no vestiário e começou a atirar para cima e falar que, caso ganhassem do Ituiutaba Esporte (Boa) ninguém sairia vivo. Apesar disso, aí que eu quis dar ânimo aos meus companheiros, para que entrássemos com maior garra em campo”, disse.

Na ocasião, o jogador perdeu dois pênaltis e seu time, o Atlético-GO foi eliminado na segunda fase da Terceirona. O time goiano perdeu por 2 a 1 no tempo normal, e, como havia vencido o jogo de ida pelo mesmo placar, em casa, a decisão da vaga foi para os pênaltis, sendo que os mineiros venceram por 4 a 2.

 

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

1
2
3
4
5
1
2
3
4
5
1
2
3
4
5

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida