Uma jovem de 17 anos, acusa o motorista de um aplicativo de estupro, em Uberlândia. Segundo a garota, o homem a teria levado à força para uma casa em construção na Rua Professor Ciro de Castro Almeida, Bairro Custódio Pereira, onde cometeu a violência sexual.

A vítima contou à Polícia Militar que acionou o serviço no condomínio Terra Nova para sacar dinheiro no banco. No meio do trajeto, ele parou o carro em local ermo e a forçou a entrar na construção. A adolescente afirma que o estuprador não usou preservativo. Logo depois roubou o celular da vítima e fugiu.

A PM tentou recuperar o usuário da garota no aplicativo, mas ela disse que não se lembrava da senha.

Continua após a publicidade

A menor foi encaminhada para exames no Hospital de Clínicas da UFU.

Confira na reportagem de Léo Carvalho


Comments are closed.