Ciro Gomes durante entrevista no programa Central das Eleições da GloboNews / Foto: reprodução GloboNews

Jornalistas da GloboNews ─ canal de notícias do grupo Globo ─ ficaram acuados e tensos durante entrevista ao presidenciável Ciro Gomes (PDT). A entrevista ocorreu na noite da última quarta-feira (1). O programa teve duração de 2 horas e reuniu nove jornalistas do canal.

O temperamento de Ciro Gomes tomou um grande espaço da entrevista, o que irritou o candidato pedetista.

Outro ponto da entrevista que sufocou temas relevantes, foram perguntas relacionadas ao ex-presidente Lula.

Continua após a publicidade

“Não sei o que fiz para merecer esse tipo de tratamento. […] Mas a vida é assim. O trabalho do cidadão é viabilizar-se e inviabilizar os adversários. […] Eu fui extremamente leal ao Lula”, disse Ciro.

Ciro Gomes afirmou ser alvo do “radicalismo” do Petista ─ “Me surpreendeu (…) trabalham juntos para me isolar”, completou o presidenciável.

O ‘isolamento’ de Ciro foi negociado pelos presidentes do PT ─ Gleisi Hoffmann ─ e do PSB, Carlos Siqueira, juntamente com governador petista de Minas Gerais e candidato à reeleição, Fernando Pimentel.

Crítico declarado do presidente Michel Temer ─ que tomou o poder após impeachment de Dilma Rousseff ─ Ciro foi surpreendido com uma arte gráfica onde uma antiga citação elogiosa à Temer, quando ainda era deputado Federal e presidente da Câmara dos Deputados ─ “Vossa Excelência é um constitucionalista respeitado, um eminente jurista, além de político respeitabilíssimo”, disse Ciro à época. O presidenciável disse que não conhecia os atos de Temer até então.

A jornalista Andréia Sadi se apresentou tensa e ríspida em alguns momentos ─ Mírian Leitão, que foi a mediadora, mostrou arrogância desproporcional.

DENTRO DA CAIXINHA

Na avaliação do candidato do PDT à Presidência, integrantes do MP têm levado pessoas à “execração pública” e, por isso, se eleito, “organizará a casa” e fará com que os poderes “voltem para a caixinha”.

EMBRAER

Ciro Gomes diz que vai desfazer o acordo entre a Boeing e a Embraer ─ “Vai ser desfeito [se for eleito]. A Boeing está fazendo o serviço sujo do Mister [Donald] Trump [presidente dos EUA]. […] A Embraer, com a Força Aérea, desenvolveu o [avião] KC-390, que tem fila de compra de US$ 20 bilhões. Por isso a Boeing tá comprando: para destruir a Embraer. Estão comprando para fechar a Embraer”.

BANCOS

Ciro criticou os lucros do mercado financeiro: ‘Toda nossa estrutura está montada para distribuir renda de quem produz e trabalha para os bancos’.


Comments are closed.