divulgação

Começa segunda-feira, em todo o país a campanha nacional de vacinação contra poliomielite e contra o sarampo tendo como público alvo crianças de um a cinco anos incompletos.

A campanha visa vacinar todas as crianças que nunca tomaram a vacina, completar todo o esquema de vacinação de quem não tomou todas as doses e dar uma dose de reforço para quem já se vacinou completamente (ou seja, tomou todas as doses necessárias à proteção).

A Pólio foi erradicada no Brasil em 1994 e do sarampo, o Brasil recebeu o certificado em 2016, porém, o país está com 822 casos confirmados do sarampo no Amazonas e em Roraima, provocados principalmente pela chegada de milhares de imigrantes venezuelanos que fogem da crise econômica e política que o país vive. Há casos de sarampo em vários outros estados brasileiros, em números isolados, porém, o certo é que o vírus está circulando.

Continua após a publicidade

No caso da Pólio felizmente ainda não tivemos nenhum caso no país, mas há o registro de casos na Nigéria, Afeganistão e Paquistão. O último registro de pólio no Brasil foi em 1990.
No caso do sarampo a doença é tão antiga que os novos médicos a desconhecem.

“Nossas equipes dos PSFs estarão trabalhando duro durante todo este mês de agosto para que alcancemos a nossa meta, que é vacinar 95% do público alvo, lembrando que o dia D da campanha será 18 de agosto, para isso sendo fundamental a conscientização dos pais. Vacinar é garantir que seu filho esteja livre dessas terríveis doenças”, destaca a secretária de saúde, Sandra Barbosa.


Comments are closed.