Divulgação

O Departamento de Vigilância Ambiental em Ituiutaba divulgou o resultado do terceiro Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRA a) realizado este ano. De acordo com o órgão ligado a Secretaria Municipal de Saúde, o índice de infestação predial pelo mosquito ficou em 1,6%.

Considerado baixo em relação os dois levantamentos anteriores (10,6% em janeiro e 5,7% em abril), porém ainda acima do recomendado pelo Ministério da Saúde (abaixo de 1%), os dados atuais se referem à pesquisa realizada em plena estação de inverno. Segundo o Chefe do Setor de Controle de Endemias e Zoonoses, Paulo Sérgio de Oliveira, este período é ideal para trabalhar a conscientização da população, que devem ajudar na eliminação de possíveis criadouros de larvas do mosquito da dengue.

“O ovo do mosquito consegue ficar cerca de 450 dias no local onde é depositado, à espera da primeira chuva para eclodir. Neste período em que estamos, com a participação ativa da comunidade, vistoriando o quintal das casas, é possível diminuir o número de focos, com isso teremos menores consequências adiante”, disse Paulo Sérgio.

Continua após a publicidade

O trabalho dos Agentes de Endemias neste terceiro LIRA a, ocorreu entre os dias 6 e 10 de agosto. Foram visitados 2.539 imóveis em 65 bairros. O Setor de maior preocupação é o Alcides Junqueira, que por ser maior, requer maiores cuidados. O contato com a Vigilância Ambiental do Centro de Controle de Zoonoses em Ituiutaba, pode ser feito através dos telefones (34) 3268.2398 / 3268.7255 ou 0800-941-6500.


Comments are closed.