(Esq) Cleidimar Zanotto e Jaisson Sílvio

O Estado de Minas Gerais deve ao município de Capinópolis R$3.339.877,50, sendo FUNDEB – IPVA (trimestre) e ICMS (17 e 24/04, 02/05 a 07/08/2018 R$925.414,84, transporte escolar 04 parcelas R$44.382,06, Piso Mineiro de Assistência Social fixo (18 parcelas) R$68.191,20, ICMS (juros e correções 2017 e 2018) R$241.243,04, Saúde R$1.816.927,11, FUNDEB (juros e correções 2017/2018) R$80.898,43 e ICMS (31/07/18) R$162.820,82.

“Nós conseguimos até o momento manter em dia todos os pagamentos, tanto de servidores, quanto de fornecedores, além dos programas sociais, porém, acaso esse débito não seja quitado, teremos que fazer alguns arrochos para manter em dia as nossas contas, mas de forma a não prejudicar a população. Graças à Deus mantivemos sempre os pés no chão não autorizando gastos desnecessários, que poderiam ser economizados, pois sabíamos que o segundo semestre seria difícil, mas nós temos fé e acreditamos que tudo vai dar certo”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.

“Como secretário de administração tenho procurado apoiar o prefeito Cleidimar, ajudando de todas as formas a não onerar as finanças, fazendo cortes onde é possível a fim de manter em dia as nossas contas conforme sempre fizemos desde o princípio de nossa gestão”, disse o vice-prefeito Jaisson.

Segundo a grande mídia, a dívida do Estado de Minas Gerais para com os municípios beira os R$6 bilhões de reais.

Dados fornecidos pela Associação Mineira de Municípios.


Aprenda como fazer uma 'Amoeba' caseira

Comments are closed.