Grande público compareceu à Câmara Municipal de Capinópolis

Ao completar 45 dias de funcionamento do Serviço de Atendimento Médico de Urgência —SAMU—, a equipe técnica se reuniu com a comunidade visando discutir a importância do serviço. A audiência pública ocorreu na última segunda-feira (20) na Câmara Municipal de Capinópolis.

O consultor técnico do CISTRI, ex ministro da saúde do governo Lula — Alexandre Padilha—, destacou a importância do SAMU, que já teve mais de 15 mil solicitações com mais de quatro mil atendimentos neste período.

Kelly Barros, diretora de atenção hospitalar do SAMU afirmou que nestes 45 dias foram superadas todas as expectativas, agradecendo a competência de toda a equipe.

Continua após a publicidade

O secretário executivo do SAMU, Rodrigo Alvim, disse que a análise é de sucesso, tendo sido superadas todas as expectativas. “Com a ajuda dos secretários de saúde, dos prefeitos, coordenação e equipe de atendimento, conseguimos garantir o sucesso. Minas saiu na frente dos demais estados com a iniciativa de levar o SAMU para as pequenas cidades. Hoje, 70% da população de Minas é coberta pelo SAMU”, arrematou Alvim.

Uberlândia optou pela não implantação do  SAMU

Um dos motivos alegados por Uberlândia para não integrar o SAMU foi de que o Hospital de Clínicas teria um volume muito grande de encaminhamentos, porém, nestes 45 dias foram encaminhados apenas 5% dos casos.

Fernanda Lima, coordenadora do Núcleo de Educação Permanente repassou os números de atendimentos realizados nestes 45 dias.

O secretário de saúde de Ituiutaba, Dr Elias Hércules, destacou a importância da UTI móvel dentro do SAMU, afirmando que considera a inauguração do SAMU como a maior conquista da Região.

Ualysson Carvalho, prefeito de Canápolis, parabenizou o prefeito de Capinópolis — Cleidimar Zanotto—, afirmando a sua alegria pelo SAMU porque realmente valeu a pena. Lembrou as dificuldades para conseguir lograr êxito nessa luta, mas a união dos prefeitos foi fundamental. “Se tivesse salvado uma vida já valeria a pena, mas sabemos que muitas foram salvas”, disse Ualysson.

O prefeito Cleidimar Zanotto destacou o grande avanço da saúde em Capinópolis graças ao SAMU. “Compensa o investimento que o município está fazendo ao aplicar 0,30 centavos por habitantes/mês. A semente está plantada e os frutos a população está colhendo. Valeu a pena. Nós faríamos tudo de novo, se fosse preciso, para ter um atendimento tão importante para nosso povo e para o povo de toda a região”, disse Cleidimar.

Prefeito Cleidimar diz que valeu a pena a chegada do SAMU

Foram sanadas várias dúvidas, com destaque para o questionamento da presidente do Conselho Municipal de Saúde de Capinópolis, Isabela Borges, a respeito da preocupação com a continuidade dos repasses pelo Governo de Minas para a manutenção do SAMU, tendo sido respondida pelo representante do Governo, Joédis Marques, que fez questão de tranquilizar a todos, uma vez que o Estado já quitou mais de 90% dos custos para implantar o SAMU, e que desde a criação, todos os SAMUs de Minas Gerais estão funcionando perfeitamente, e que o do Triângulo Norte, com certeza, é uma realidade.

Ex ministro Alexandre Padilha, consultor técnico do SAMU

Comments are closed.