João Amoêdo

João Amoêdo, candidato à presidência pelo partido (Novo), defende um sistema semelhante ao ProUni — com bolsas de estudo — da pré-escola ao ensino médio.

“As escolas públicas continuariam a existir e seriam fortalecidas, mas os pais teriam a opção de usar os recursos para colocar seus filhos em escolas particulares”, disse Amoêdo ao jornal Estado de S.Paulo.

O ProUni é um programa que dá bolsas parciais ou integrais para estudantes de baixa renda em universidades privadas. As bolsas podem ser integrais (100%) ou parciais (50%) e são uma forma de incentivar o acesso ao ensino superior para pessoas de baixa renda.

Continua após a publicidade

O projeto tem potencial positivo no aumento da qualidade do ensino aos alunos de baixa renda. Cabe ressaltar que a implantação de um sistema como este requer fiscalização da qualidade do ensino aplicado pelas escolas particulares, já que haverá um aumento substancial de alunos nas escolas.

Amoêdo ainda acredita que deveria haver uma reformulação no Fundeb – o fundo hoje que mantém as escolas públicas do País – para que o investimento fosse atrelado ao resultado dos alunos.

O Fundeb é uma cesta que recebe recursos de impostos estaduais e municipais e os redistribui conforme um valor mínimo por aluno. A ideia do fundo é reduzir desigualdades, já que quando um Estado não alcança o valor mínimo estipulado, a União faz uma complementação.


Comments are closed.