Zé Béttio / foto: Reprodução

Inegavelmente um dos maiores ícones do rádio brasileiro — Zé Béttio — morreu aos 92 anos, na madrugada da última segunda-feira (27). O radialista morreu enquanto dormia em sua casa na zona norte de São Paulo.

O corpo de Zé Béttio foi sepultado na noite de segunda-feira no Cemitério do Horto Florestal sem a participação da imprensa.

CARREIRA

Zé Béttio no início da carreira como Sanfoneiro / foto: reprodução

Zé Béttio nasceu em 2 de janeiro de 1926 em Promissão-SP. Foi um maiores radialistas brasileiros — também foi cantor, acordeonista e compositor brasileiro.

Continua após a publicidade

Iniciou a carreira artística como sanfoneiro e montou o trio Sertanejos Alegres, se apresentando no interior de São Paulo e Paraná.

Iniciou sua carreira como radialista, primeiramente, na Rádio Difusora de Guarulhos aos sábados. Depois foi para a Rádio Cometa e posteriormente foi para a Rádio São Paulo. Descoberto pelo Chico Paes de Barros foi para a RecordCapital Gazeta. Voltou à rádio Record, onde comandou um programa matinal até o final de 2009, quando se aposentou.

Além da conversa cativante com os ouvintes, as músicas sertanejas de raiz tocadas no programa eram um sucesso de público. Zé Béttio lançou nomes importantes da música, como Milionário e José Rico.

Conquanto, Zé Béttio tinha algumas limitações nos seus últimos anos de vida, após sofrer um acidente vascular cerebral em 2016.

 


Comments are closed.