Máquina do Município trabalhando em bolsões para conter a água em período do chuva

A Secretaria de Obras de Capinópolis está realizando um importante trabalho visando reduzir as enxurradas que causam grandes transtornos e prejuízos financeiros em Capinópolis em dias de chuvas mais intensas, como as que ocorreram no ano passado, com a construção de curvas de nível e bolsões nas fazendas de Paulo Roberto do Nascimento e Winston Drummond.

“A parceria destes proprietários foi muito importante para que conseguíssemos realizar este trabalho, isto vem demonstrar o carinho, tanto do Paulinho quanto do Winston com Capinópolis”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.

Segundo o secretário de obras, Gilson Nunes, as enxurradas descem destas fazendas, escorrem pela cidade, onde ganham grandes proporções, causando alagamento em vários pontos.

Antiga ‘Chácara do balaieiro’ – ao lado do Wagner de Paula

Continua após a publicidade

Já na área urbana de Capinópolis, o prefeito Cleidimar Zanotto também está agindo, mesmo sem receber os recursos da Defesa Civil, tendo já sido realizadas várias obras visando melhorar o escoamento das enxurradas, como é o caso das redes pluviais na Avenida 101, onde será asfaltado, obra que está em sua fase final, e na Avenida Daniel de Araújo Rocha, em frente ao Bairro Recanto das Acácias.

Nesta semana mais um grande passo foi dado, onde o município fez uma desapropriação amigável do terreno conhecido como ‘chácara do balaieiro’, onde, no ano passado se acumulou a enxurrada, causando enormes prejuízos.

“Nós fizemos a aquisição da área, aquelas casas que tiveram alagamento serão demolidas e, no futuro, o município deverá construir ali um piscinão para evitar grandes alagamentos, visto que é um local onde a água se acumula por não ter uma rede pluvial capaz de receber toda a água quando temos chuvas com mais de 100 mm em curtos períodos de tempo”, disse o prefeito.

INUNDAÇÕES QUE CAUSARAM MUITOS PREJUÍZOS EM CAPINÓPOLIS

A forte chuva que atingiu Capinópolis no novembro de 2017 causou grandes estragos e muitos prejuízos. Segundo o Sindicato dos Produtores Rurais de Capinópolis, foram 160mm de chuvas.

A chuva torrencial teve início por volta das 18h20 do dia 29 de novembro e durou quase duas horas seguidas, o que causou alagamentos, inundações e muitos estragos.

O residencial Portal dos Ipês, conhecido por inundar com uma simples chuva, ficou completamente alagado – a lama invadiu as algumas residências e deixou as ruas intransitáveis. O residencial fica ao lado de uma área de pasto, que teve as curvas de níveis destruídas, levando uma grande quantidade de lama ao residencial. A lama também invadiu o Parque de Exposições João de Freitas Barbosa, sendo escoada pelas ruas do bairro Alvorada, deixando o local sem condições seguras de tráfego.

JANEIRO DE 2018 – INUNDAÇÕES VOLTAM A ASSOMBRAR CAPINÓPOLIS

Os bombeiros também visitaram os pontos e interditaram uma residência na rua Cachoeira Dourada, no bairro São João.


Comments are closed.