O Grupo de Capoeira Nova Era, dirigido pelo Guilherme Batista, o Instrutor Cadeado, promoveu na semana passada, de 12 a 16 de setembro, o 1º  Encontro Regional de Capoeira Grupo Nova Era, que começou na quarta-feira, dia 12, com palestras ministradas na UAITEC, pelo instrutor do PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas, Sargento Sérgio Medeiros, para duas turmas de acordo com a faixa etária, demonstrando os malefícios das drogas lícitas e ilícitas.

“Nosso objetivo quando a criança e o adolescente começam a jogar capoeira, é formar cidadãos de bem, e assim iniciamos o nosso 1º  Encontro com essa palestra demonstrando os riscos que a droga provoca a eles”, disse Guilherme.

Na quinta-feira, dia 13, os alunos do Desenvolvimento Social, tiveram a tomada de golpes e na sexta-feira, dia 14, os alunos da Escolinha Municipal de Esporte e Lazer – EMEL, também tiveram a tomada de golpes.

Continua após a publicidade

“A tomada de golpes é onde os alunos demonstram ao instrutor que já dominam certos movimentos para serem aptos a receber a primeira graduação que é a corda crua, que não tem nenhuma tintura, a segunda é a corda amarela, depois a amarela e azul e assim sucessivamente até chegar às cordas que representam as pessoas mais graduadas, no meu caso, por exemplo, que já sou instrutor, tenho a corda de cor verde”, disse Guilherme, destacando que ainda faltam algumas cordas para atingir a graduação máxima, que é de mestre, a de cor vermelha.

No sábado, dia 15, as crianças e adolescentes do projeto de capoeira do Desenvolvimento Social e EMEL, participaram do 2º Aulão de Capoeira Regional, que foi ministrado pelo Marcio David Honório, Mestre Paturi (Presidente e fundador do Grupo de Capoeira Nova Era), onde foi feita demonstração de alguns golpes e uma roda onde o Mestre Paturi contou um pouco da sua história na capoeira.

No domingo, dia 16, a partir das 9h, aconteceu a abertura do evento com a presença de várias autoridades municipais, como o prefeito Cleidimar Zanotto, as secretárias municipais Valéria Rampazzo, Ieda Zanotto e Iracilda Duarte, a diretora de cultura Queli Franco, além da vereadora Suely Pricinoti e Edward, representando a Câmara Municipal.

Marcaram presença mestres capoeiristas de toda a região, como Araguari, Ituiutaba, Monte Alegre de Minas, Itumbiara e Uberlândia, com caravanas que vieram agregar ao evento. Todos foram apresentados e, em seguida, houve uma apresentação de Makulelê, que é uma prática da capoeira, passando em seguida à abertura do Encontro com um jogo de Iuna, que somente é jogado pelos formados, depois aconteceram as rodas para que as crianças e adolescentes do projeto jogassem com os mestres e professores até receberem a sua graduação.

“Eu fiquei muito feliz ao final do evento, pois o ginásio recebeu muitas pessoas, simpatizantes da capoeira, familiares dos alunos e o apoio do prefeito Cleidimar, do Conselho Municipal de Esporte, Desenvolvimento Social, Secretaria de Educação e Cultura, de todos foi fundamental para o sucesso do evento”, arrematou Guilherme.


Comments are closed.