Foto/Divulgação

Desde a Implantação do Pró-Mananciais e a criação do Colmeia – Coletivo Local de Meio Ambiente em Capinópolis, os membros têm se desdobrado visando atingir o objetivo do Programa, que é a revitalização da bacia hidrográfica do córrego do Capim, todos atuando como voluntários pelo bem comum, tendo em vista que na crise hídrica de 2014, a água do córrego do Capim não dava sequer para ser captada pela Copasa, ou seja, a vasão foi menor que o que seria captado, com o córrego mandando um recado triste para todos que dependem dele: estava morrendo.

Preocupado com isso, o Ministério Público já havia notificado a Copasa que colocou Capinópolis no programa, que recebeu também a adesão da Prefeitura Municipal que se colocou como parceira.

No princípio, as metas ambiciosas de recuperar a mata ciliar da bacia do córrego do Capim pareciam inatingíveis, onde até os próprios membros do Colmeia tinham suas dúvidas, mas, com trabalho e dedicação todos se empenharam e hoje, o Projeto Pró-Mananciais de Capinópolis é modelo para toda a região, pois já está bastante adiantado, com várias ações já realizadas e outras aguardando para serem implementadas, como é o caso do plantio de árvores.

Continua após a publicidade

Atividades ambientais já realizadas:

– Construção de 13 bacias de contenção de águas de chuva – bolsões;

– Construção de 12.183 metros de curvas de nível;

– Implantação de 1.930 metros de cerca em área de APP;

– Produtores beneficiados: Aurelita Celestino Batista, Djalme Alves de Rezende, Silvio Alves Rezende, Luzia da Costa Pereira e Mario Roberto Gomes Dias.

Na área de Winston Drummond, o Colmeia conversou com ele, e ele se disponibilizou a realizar todo o serviço previsto em sua propriedade.

Atividades ambientais a serem realizadas ou que já estão sendo realizadas:

– Plantio de 11.155 mudas nas nascentes (mudas já adquiridas pelo Pró-Mananciais aguardando apenas o início do período chuvoso para efetuar o plantio, lembrando que o Programa irá cuidar das mudas pelo período de um ano);

– Implantação de 10.070 metros de cerca em área de APP;

– Construção de 10 fossas sépticas/biodigestores;

– Construção de 10.379 metros de curvas de nível;

– Adequação de 2,2 KM de estrada.

– Produtores beneficiados: Mario Roberto Gomes Dias, Manoel Pereira de Medeiros (espólio), Winston Frederico Almeida Drummond (Área do arrendatário: Tido da Auto Elétrica Gilcar), CEPET/UFV, Ana Flávia Ikeda Freitas e Prefeitura de Capinópolis.

Essas atividades ambientais realizadas e/ou que ainda serão realizadas estão sendo, através do Convênio Óleo diesel entre o Pró-Mananciais e Prefeitura e/ou, através de contratação direta pelo Pró-Mananciais.

Lembramos que as atividades de construção de bacias para contenção de águas de chuva/bolsões e curvas de nível, na área de captação terá continuidade com os produtores/proprietários que manifestarem interesse e autorizar a realização dos serviços.

Treinamento dos membros do Colmeia

Visando discutir e debater ainda mais o Pró-Mananciais, foi realizado na sexta-feira, dia 21, e na segunda-feira, dia 24, o treinamento dos membros do Colmeia de Capinópolis, realizado na sede da UAITEC, ministrado pelos educadores ambientais Thamiris Rosa e Eliezer Leão Andrade, da empresa Vida Meio Ambiente, com a finalidade de treinar os membros a fim de que consigam desenvolver todas as etapas necessárias para que os projetos do Programa sejam aprovados e assim, haja a liberação dos recursos.

O prefeito Cleidimar Zanotto participou da parte final do treinamento, mais uma vez demonstrando o carinho e a preocupação de seu governo com a qualidade e a quantidade da água servida à comunidade capinopolense.

“Nós apoiamos o programa desde a sua implantação aqui em Capinópolis, pois reconhecemos a urgência dessas ações visando preservar este bem de valor incalculável para toda a comunidade, que é o córrego do Capim, englobando aí o seus afluentes, como o córrego dos Mangues”, disse Cleidimar.


Comments are closed.