(Foto: Reprodução/Redes sociais)

O candidato da extrema direita, Jair Bolsonaro (PSL), ao Palácio do Planalto denunciou neste domingo (7) que “problemas” com as urnas eletrônicas o teriam impedido de se eleger presidente no primeiro turno.

“Se esse problema não tivesse ocorrido, se tivesse confiança no sistema eletrônico, já teríamos o nome do novo presidente”, disse Bolsonaro em transmissão no Facebook, sem denunciar explicitamente uma fraude. Após a quase totalidade das urnas, Bolsonaro obteve 46,18% dos votos e disputará o segundo turno com Fernando Haddad, do PT, que teve 29,07% dos votos.

EM


Comments are closed.