A Polícia Militar de Meio Ambiente (PMA) autuou um homem de 64 anos em cerca de R$5 mil reais por realizar uma intervenção em uma Área de Preservação Permanente (APP), em Centralina, no Pontal do Triângulo Mineiro. A autuação ocorreu na manhã deste domingo, 14, próximo ao Córrego da Areia.

Segundo a PMA, durante a Operação Nossa Senhora Aparecida, os policiais se depararam com uma intervenção irregular a menos de 30 metros da APP, o que configura crime ambiental. Sete árvores nativas foram retiradas do local para a construção de um canal de derivação.

A pessoa responsável pela intervenção irregular foi localizada pela PM de Meio Ambiente e foi autuada em 1,500 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (UFEMG), o que corresponde a 4,877 reais, por conta do crime ambiental.


Comments are closed.