Silmar Pires Sotero
Silmar Pires Sotero (Foto: PMMG/ Divulgação)

Por meio de investigações realizadas na cidade de Santa Vitória, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) cumpriu mandado de prisão temporária, no dia 31 de outubro, em desfavor do investigado Silmar Pires Sotero, 39 anos, suspeito de abusar da própria filha, de 13 anos de idade.

Apurou-se, mediante as declarações da menina, que os abusos tiveram início quando ela tinha apenas sete anos de idade. A vítima revelou, também, que o investigado a fez acreditar que os atos sexuais eram normais entre pai e filha.

Diante das poucas informações repassadas pelo denunciante, a PCMG montou uma força-tarefa com o Conselho Tutelar e as profissionais das áreas de Psicologia e Assistência Social para elucidar o caso.

Continua após a publicidade

O investigado, durante o cumprimento do mandado de prisão, confessou que abusou sexualmente da filha por diversas vezes.


Comments are closed.