Três inquéritos policiais que apuraram assassinatos em Ituiutaba, no Triângulo Mineiro, foram concluídos pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e remetidos à Justiça com o indiciamento dos suspeitos. Um adolescente também responderá por ato infracional análogo a homicídio. Os fatos ocorreram entre os meses de abril e setembro deste ano, em dois bares e em uma boate da cidade, com emprego de arma de fogo. Diligências estão em andamento para a localização dos investigados.

Na investigação da morte de João Vitor Santos, 19 anos, no dia 2 de setembro, em uma casa noturna, foi apurado que um adolescente de 16 anos teria abordado a vítima e efetuado diversos disparos contra o jovem, acertando também, acidentalmente, outra frequentadora do local. Diversas diligências foram realizadas para a identificação da autoria, e a PCMG representou pela apreensão do menor, sendo deferida pela Justiça.

Quanto ao homicídio que vitimou José Alisson dos Santos, 23 anos, em 4 de agosto, a Polícia Civil apurou que o jovem estava em um bar tomando cerveja, quando teria iniciado uma brincadeira com outro rapaz que ali se encontrava. O investigado Cícero Marques dos Santos, 59 anos, por não ter gostado da atitude, começou uma discussão com a vítima e efetuou diversos disparos contra José Alisson. O suspeito evadiu do local, mas foi localizado posteriormente e assumiu o crime.

Continua após a publicidade

O terceiro homicídio apurado pela PCMG ocorreu na noite de 6 de abril, que resultou na morte de André da Silva, 32 anos. A vítima estava em um bar com amigos, quando foi surpreendida e executada no estabelecimento. O atirador evadiu dali com o comparsa, que o aguardava em uma motocicleta nos arredores do fato. Amigos de André saíram em perseguição da dupla, que conseguiu entrar em um matagal, onde abandonou o veículo e fugiu. A partir da motocicleta usada do crime, foi possível identificar um dos suspeitos, Menon Valério de Paiva Junior, 26 anos.

As investigações ficaram a cargo da equipe da Delegada Roberta Borges Silva Ferreira, que também representou pela prisão preventiva dos investigados. Os trabalhos prosseguem para o cumprimento dos mandados. Quem tiver informações dos suspeitos deve fazer contato com a Polícia Civil por meio do telefone 197 ou Disque Denúncia 181.


Comments are closed.