pesca_piracema (3)
(Foto: PMA/Divulgação)

Neste sábado, 10, Policiais Militares Ambientais intensificaram ações para coibir o comércio e a pesca ilegais neste período de Piracema — a operação ocorreu nas cidades de Ituiutaba, Capinópolis, Ipiaçu, Canápolis, Centralina e Cachoeira Dourada.

Os Policiais Militares Ambientais realizaram diversas fiscalizações em locais onde havia o comércio e armazenamento de pescado, com finalidade de verificar a legalidade do pescado.

Na cidade de Ipiaçu foi feita a apreensão de 20 kg de pescados diversos (mandi e barbado) sendo que 4 kg estavam abaixo do tamanho permitido, configurando Crime Ambiental e também não havia sido declarado o estoque, conforme prevê a Portaria Piracema 156/11 – Instituto Estadual de Florestas/IEF.

Continua após a publicidade

Sendo assim um autor de 60 anos foi preso em flagrante por contrariar o artigo 34 da Lei Federal 9605/98 “Lei dos Crimes Ambientais” e encaminhado à Delegacia da Polícia Civil para providências de Policia Judiciária.

IMAGENS FEITAS PELA PMA

Foi lavrada autuação administrava no valor de 545 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais – UFEMG que em reais nesta data corresponde em R$ 1772,01.

Os 16 kg de pescado apreendido ficou em deposito para o autor, já os 4 kg de pescado objeto do crime que também apreendidos foram inutilizados, pois estavam sem refrigeração, não apresentado condições próprias para o consumo.

A Polícia Militar de Meio Ambiente conta com apoio da população para que, quem tiver informação que esteja ocorrendo crime ambiental em sua localidade, que faça a denúncia de forma consciente e com maior número de detalhes no número 181 (Ligação gratuita e anônima).


Comments are closed.