Mandatory Credit: Photo by John Salangsang/REX/Shutterstock (8882774ab)
Stan Lee
‘Spider-Man: Homecoming’ film premiere, Arrivals, Los Angeles, USA – 28 Jun 2017

Stan Lee, considerado o mestre dos quadrinhos,  faleceu nesta segunda-feira, aos 95 anos. Logo na parte da manhã, uma ambulância teria sido solicitada para a casa do escritor e empresário, que sofria de pneumonia e problemas nos olhos.

O quadrinista foi responsável pela criação de importantes super-heróis do universo Marvel, como o Homem-Aranha, Pantera Negra, Thor, X- Men e Viúva Negra. Stan Lee é também o ator que mais estrelou longa-metragens de heróis. Em todas as adaptações cinematográficas de quadrinhos da Marvel, mesmo nas produções da Fox (X-Men, Deadpool) e da Sony (Homem-Aranha), ele faz participações especiais curtas, porém aguardadas pelos fãs. Existe, inclusive, uma teoria não confirmada de que todos os personagens interpretados por Stan Lee no cinema seriam a mesma pessoa.

Com a ajuda de Steve Ditko (com quem imaginou o Homem-Aranha) e Jack Kirby (parceiro na criação de Hulk, Thor e Homem de Ferro), Stan Lee deu início à ideia de um universo compartilhado para as histórias dos heróis da Marvel no início da década de 1960, o que culminou em diversas sagas que envolviam heróis diferentes e serviu de base para o universo cinemático em que habitam os filmes da empresa. Ditko morreu em junho, brigado com Lee.

Embora não tenha efetivamente lutado, Stan Lee serviu o exército durante a 2ª Guerra Mundial (1939-1945), e retornou às atividades quadrinisticas após cumprir as obrigações militares. A função de Stan Lee, intitulada “playwright” (algo como “roteirista”), consistia em escrever e adaptar textos e foi compartilhada no exército americano por pouquíssimos nomes, como o dramaturgo William Saroyan, o cineasta italiano Frank Capra e o também cartunista Theodore Geisel.

Stan Lee em foto de 2002 — Foto: Reed Saxon/AP
Continua após a publicidade

A atriz Kaley Cuoco, que interpreta Penny na série The Big Bang Theory, lamentou a morte de Stan Lee em suas redes sociais: “Ele deixou sua magnífica marca em nossa série de tantas maneiras e nós estamos eternamente gratos. Eu adorava suas visitas, abraços e fantásticas histórias. Ele era um super-herói épico e eu nunca o esquecerei”, escreveu.

Outras celebridades do cinema também reagiram nesta à morte de Stan Lee:

– Hugh Jackman, que viveu Wolverine, personagem dos X-Men: “Perdemos um gênio criativo. Stan Lee foi uma força pioneira no universo dos super-heróis. Estou orgulhoso de ter recebido uma pequena parte do seu legado… E por ter ajudado a dar vida a um de seus personagens”.

– Mark Hamill, conhecido por sua interpretação de Luke Skywalker na saga “Star Wars”: “Sua contribuição à cultura pop foi revolucionária e ainda não pôde ser percebida (completamente). Era tudo o que podia esperar que fosse, e mais. Amava este homem e sempre sentirei sua falta. Dizem que nunca se deve encontrar com os ídolos de sua juventude. É mentira”.

– Chris Evans, que deu vida ao personagem do Capitão América e atuou em vários filmes da Marvel: “Nunca haverá outro Stan Lee. Durante décadas, ofereceu aos jovens e aos adultos aventuras, fugas, consolo, confiança, inspiração, força, amizade e alegria. Ele transpirava amor e amabilidade, e deixará uma marca indelével em muitas, muitas, muitas vidas. Excelsior!”, disse, parafraseando Lee.

– Tom Holland, ator que interpretou Peter Parker no filme “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”: “Quantos milhões de nós estamos em dívida com este cavalheiro, e eu mais do que ninguém. O pai da Marvel fez muitas pessoas incrivelmente felizes. Que vida e que sucesso. Descanse em paz, Stan”.

– Robert Downey Jr, que viveu o Homem de Ferro: “Devo tudo a você… Descanse em paz, Stan”.

As grandes datas da vida de Stan Lee:

– 28 de dezembro de 1922: nascimento em um lar de imigrantes romenos em Nova York

– 1939: entra como assistente na editora Timely Comics

– 1941: publica seus primeiros textos em quadrinhos “Capitão América” sob o pseudônimo de Stan Lee

– 1961: cria a tirinha “Quarteto Fantástico”

– 1962: cria as histórias em quadrinhos “Homem-Aranha”, “Hulk” e “Thor”. Nos anos seguintes desenha “Homem de Ferro”, “X-Men”, “Demolidor” e “Doutor Estranho”

– 1996: deixa a Marvel e cria sua própria companhia, a Stan Lee Media

– 2001: cria a empresa POW! Entertainment


Comments are closed.