Agressores de taxista responderão processo presos em Uberlândia

 

Os jovens acusados de agredir violentamente um taxista em Uberlândia no último domingo (9), responderão o processo presos. O menor de idade continuará internado no Centro Socioeducativo — ela aparece nas imagens chutando o taxista já desacordado.

A decisão foi tomada durante uma audiência de custódia nesta quarta-feira (12) de dezembro em Uberlândia, Minas Gerais.

Os envolvidos na brutal agressão foram presos logo após o início da divulgação das imagens nas redes sociais. Segundo a policia, os dois presos maiores de idade já tinham passagens por tráfico de drogas, roubo e receptação.

A decisão de manter o adolescente de 14 anos foi do Ministério Público e a Justiça da Infância e Juventude. A Justiça tem 45 dias para decidir julgar o envolvimento do menor na ocorrência.

Testemunhas que não socorreram taxista agredido em Uberlândia podem responder por omissão

As pessoas que presenciaram a brutal agressão a um taxista em Uberlândia no último domingo e não prestaram socorro, podem responder judicialmente por omissão de socorro.

A PC trabalha para identificar e intimar essas pessoas para prestarem depoimentos.

Envolvidos foram presos pela PM logo após cometerem a agressão ao taxista
Envolvidos foram presos pela PM logo após cometerem a agressão ao taxista

REVEJA AS IMAGENS BRUTAIS DA AGRESSÃO E A ENTREVISTA DO TENENTE RAFAEL

Alunos da Escola Sérgio de Freitas Pacheco fazem da 1ª Feira de Ciências um sucesso

Dejair Ferreira Rosa, 47 anos, suspeito de desvio de cargas de plumas de algodão (Foto: PCMG/Divulgação)

Polícia Civil prende suspeito de desvio de cargas em Ituiutaba