O médium João de Deus chega à Casa Dom Inpacio Loyola, em Abadiânia.Foto Marcelo Camargo/Agência Brasil

As denúncias contra o médium João Teixeira de Faria, de 76 anos — mais conhecido como João de Deus— não param de crescer. O número de denúncias já chegam a 400 e classificam o religioso como um abusador em série.

No Estado de Minas Gerais, dezesseis denúncias de abuso sexual já foram protocoladas pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) e devem ser enviadas às autoridades no Ministério Público de Goiás —MPGO.

___ O texto continua após a publicidade ___

Apenas nesta segunda-feira (17), três mulheres procuraram o órgão para apresentar queixa.

João de Deus foi preso preventivamente no último domingo (16), após ser considerado foragido. Ele se entregou em uma estrada de terra de Abadiânia (a 94 km de Goiânia).

As denúncias de abusos sexuais por parte do religioso são antigas, no entanto, nunca prosperaram. Recentemente, vítimas acusaram João de Deus no programa de entrevistas ‘Conversa com Bial’ da Tv Globo. Desde a veiculação da programa de tv, mais de 300 mulheres já denunciaram o médium ao Ministério Público.

O Ministério Público de Minas Gerais — MPMG— vem sendo procurado por mulheres possíveis vítimas dos abusos sexuais do médium. As denúncias recebidas estão sendo enviadas ao Ministério Público de Goiás.

TRIÂNGULO MINEIRO

A promotora de Justiça da Comarca de Capinópolis — Dra. Maria Carolina da Silveira Beraldo— disse recentemente ao Tudo Em Dia que as vítimas podem apresentar as denúncias sem constrangimentos. “Tendo em vista que o assunto é delicado, para evitar eventuais constrangimentos, eu posso atender como a pessoa [vítima] se sentir mais confortável. Ela [vítima] pode marcar hora para atendimento pessoal, pode comparecer sem marcar hora na sede do MP, no Fórum”, esclareceu a promotora. A sede do Ministério Público da Comarca de Capinópolis fica instalado no Fórum Odovilho Alves Garcia, na Avenida 111, entre as ruas 100 e 102 — o telefone para agendar atendimentos ou solicitar informações é (34) 3263-2090.


Comments are closed.