Reunião discutiu início das aulas para 2019, mas decisão acabou sendo adiada

Reunião ocorreu nas instalações de uma faculdade particular em Ituiutaba
Reunião ocorreu nas instalações de uma faculdade particular em Ituiutaba

Um encontro de representantes dos municípios que integram a 16ª Superintendência Regional de Ensino — SRE— ocorreu na manhã desta quinta-feira (24) em Ituiutaba. O encontro foi realizado nas instalações de uma faculdade particular e teve o objetivo de discutir o calendário de volta às aulas para o ano letivo de 2019.

Os prefeitos Cleidimar Zanotto — de Capinópolis—, Fued Dib — Ituiutaba— e Ovídio Afro — Cachoeira Dourada—, participaram do encontro. Também estiveram presentes as secretárias de educação de todos os municípios que integram superintendência regional de ensino.

Durante o encontro, ficou definido que a decisão só será tomada após a reunião na Associação de Municípios do Vale e Alto ParanaíbaAMVAP— no próximo dia (29) de janeiro —como já divulgado anteriormente pelo Tudo Em Dia. O encontro na AMVAP reunirá os 24 municípios filiados.

O Professor Carlos Henrique Vidigal —diretor da Superintendência Regional— esteve na segunda-feira (21) em Belo Horizonte, com o Governador Romeu Zema e pontuou que o governo mineiro manterá todos os esforços para honrar os compromissos.

Iracilda Duarte, Secretária de Educação do Município de Capinópolis, ressaltou o conflito que a situação gera entre a qualidade do ensino e a falta de recursos. “A nossa preocupação maior é com a qualidade do ensino, até por que, retardar o início das aulas vai gerar reposição, um cansaço maior para o final do ano, por que vai apertar a partir de março. Mesmo que eu, secretária e professora, tenha esta visão da qualidade da educação, ao mesmo tempo a gente preocupa com o financeiro e acabamos ficando ao lado dos prefeitos (…) se não tiver dinheiro, vai atrasar os pagamentos”, disse Iracilda Duarte.

Cleidimar Zanotto e Iracilda Duarte durante encontrou em Ituiutaba
Cleidimar Zanotto e Iracilda Duarte durante encontrou em Ituiutaba

Há Municípios na região que ainda estão devendo o salário dos funcionalismo público de novembro de 2018. Atrasos nos pagamentos dos terceirizados também estão comprometendo a volta às aulas em alguns municípios, já que alguns motoristas estão sem receber os pagamentos.

Os municípios mineiros deixaram de receber mais de R$12 bilhões no último ano de mandato do governador Fernando Pimentel. Só a cidade de Capinópolis deixou de receber repasses na ordem de R$5 milhões.

“Estamos prontos para começar dia 07, temos merenda escolar. O nosso problema é a continuidade deste recurso [financeiro]. Enquanto a folha de pagamento da educação é de meio milhão, estava vindo R$180 do Fundeb e o restante a prefeitura tinha que completar”, finalizou Iracilda.

Veículo ficou parcialmente destruído

Onda de incêndios criminosos assusta Ituiutaba

Todos contra a dengue — Prefeitura e Capinópolis