Bombeiros retiram três corpos de casa soterrada em Brumadinho

Alerta. Situação é mais grave para 48 municípios mineiros, pois neles estão localizadas 162 estruturas com alto potencial de dano ambiental
Alerta. Situação é mais grave para 48 municípios mineiros, pois neles estão localizadas 162 estruturas com alto potencial de dano ambiental

De acordo com o porta-voz do Corpo de Bombeiros, tenente Pedro Aihara, a corporação resgatou, durante a madrugada, três vítimas fatais em uma casa que estava soterrada em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Com a retirada desses corpos, o número de óbitos em decorrência do rompimento da barragem I do Córrego da Mina de Feijão pode chegar a 61.

“Um ponto de buscas durante a noite era uma casa que ficava no linear da mancha de inundação, onde avançamos com o trabalho, como é uma casa que desmoronou com o impacto da lama, utilizamos equipamentos como rompedores de concretos. Conseguimos tirar três vitimas de lá, infelizmente todas em situação de óbito”, disse o militar.

Sobre o resgate de um segundo ônibus encontrado na noite do domingo (27) por voluntários, Aihara disse que não foi possível prosseguir com os trabalhos ao longo da madrugada por questão de iluminação, mas que a operação para a busca dos corpos foram retomadas às 4h desta segunda.

De acordo com a última atualização de números da tragédia, são 58 mortos e 305 desaparecidos em decorrência do rompimento da barragem.

O Tempo

Detento mata esposa durante visita íntima no CDP de Jundiaí/SP

Tragédias ambientais relacionadas ao criminoso governo do PT em Minas Gerais