Polícias da Comarca de Capinópolis cumprem mandados de busca e apreensão em Cachoeira Dourada

Os mandados foram cumpridos na manhã desta sexta-feira e tiveram o objetivo de buscar provas de possíveis crimes

Viaturas da Polícia Civil e Militar no Quartel da PM em Cachoeira Dourada, durante o cumprimento de mandados</em>
Viaturas da Polícia Civil e Militar no Quartel da PM em Cachoeira Dourada, durante o cumprimento de mandados

As Polícias Civil e Militar — que atuam na Comarca de Capinópolis—, cumpriram mandados de busca e apreensão em Cachoeira Dourada, Minas Gerais. Uma equipe de reportagem do Tudo Em Dia flagrou as forças de segurança no município na manhã desta sexta-feira (01) de fevereiro.

As viaturas da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) e da Polícia Militar (PM) chegaram às residências para cumprimento dos mandados por volta das 6h.

Os mandados foram cumpridos nas casas de suspeitos e vários objetos teriam sido apreendidos.

Durante apuração, a reportagem entrou em contato com o delegado Cleiton Viana — chefe da Polícia Civil— e com o comandante do 5º Pelotão PM de Capinópolis, Renato Medeiros, que limitaram-se a informar que se tratava de ação que visava a repressão e a prevenção de crimes contra o patrimônio público e que não poderiam repassar maiores informações.

Como publicado no início da semana pelo Tudo Em Dia, atos de vandalismo destruíram parte da orla da praia. Os atos de depredação do patrimônio público ocorreram por volta das 03h30 de segunda-feira (28) de janeiro.

Um suspeito de 22 anos foi preso no final da manhã de segunda-feira.

A Polícia Civil — responsável pelas investigações—, em parceria com a Polícia Militar de Cachoeira Dourada, agiram de forma rápida para identificar os outros suspeitos.

Segundo apurado, outras quatro pessoas podem ter envolvimento no atos de vandalismo. Alguns são investigados por suspeita de participar de um furto ocorrido em um hotel da cidade no ano passado.

Nenhum dos investigados é menor de idade. Não houve nenhuma prisão na ação policial desta sexta-feira.

DANOS AO PATRIMÔNIO PÚBLICO

Durante o ato de vandalismo foram danificados — 14 refletores de led e seus respectivos reatores; 11 churrasqueiras de alvenaria; 11 torneiras; 03 lixeiras; 01 placa de segurança; 02 placas de sinalização de trânsito e um padrão de energia elétrica.

IMAGENS CAUSARAM REVOLTA AOS MORADORES E TURISTAS QUE VISITAM A CIDADE

Vídeo mostra momento exato do rompimento da barragem em Brumadinho

Balsa interditada (Foto: Comunicação Sem Fonteiras)

Balsa interditada deixa população de distrito goiano ilhada