Ex-cantor Romes, da dupla com Carlinhos, tenta matar ex-esposa em São Simão (GO)

O ex-sogro do sertanejo também foi baleado

Paulo Donizete Alves — o Romes da dupla com Carlinhos (Foto: Reprodução)
Paulo Donizete Alves — o Romes da dupla com Carlinhos (Foto: Reprodução)

O ex-cantor Romes — que fez dupla com o cantor Carlinhos no início da década de 2000— foi preso na manhã desta terça-feira (19) após tentar matar a ex-mulher em São Simão, Goiás. O fato ocorreu por volta das 05h55.

Segundo informações, V.E.S fugiu do ex-marido e entrou na casa dos pais.

Paulo Donizete Alves — nome real de Romes— teria pulado o muro da casa do ex-sogro portando uma arma de fogo e atirado contra o homem, quando o mesmo o impediu de entrar na casa. Alves estava em busca da ex-esposa.

No local estavam mãe, pai, irmão e filho da mesma.

Os familiares de V.E.S, ao ouvirem os disparos, se trancaram em um dos cômodos da casa. Paulo Donizete Alves arrombou a porta e atirou contra a ex-esposa, atingindo-a no pescoço. Mesmo sangrando, o ex-sogro do criminoso sacou uma faca e entrou em luta corporal com Paulo Donizete Alves. Alves foi ferido, no entanto,  a ex-esposa tentou conter a briga e acabou sendo ferida com um golpe de faca.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu ao local. Ao entrarem na residência, avistaram a mulher sentada em uma cadeira e o atirador caído em um dos quartos.

Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de UrgênciaSAMU— foi acionada e efetuou os primeiros atendimentos aos feridos. O homem ferido pelo ex-cantor sertanejo foi socorrido ao hospital por vizinhos.

A arma da marca Taurus e de calibre 38 foi apreendida, juntamente com cinco capsulas deflagradas.

No hospital, foram encontradas nas vestes do autor cinco munições calibre 38 prontas para uso, um smartphone J2 prime, R$ 434,00 e um cordão de ouro.

Após o atendimento, o suspeito foi conduzido à delegacia de Polícia Civil para procedimento de praxe.

(Foto: PM/Divulgação)

Bandidos armados metralham viaturas e explodem banco no Piauí

“Fui demitido pelo Carlos Bolsonaro”, diz Gustavo Bebianno em entrevista à Jovem Pan