Muito além do pão de queijo: 5 comidas tipicamente mineiras

A culinária mineira é riquíssima e deve ser conhecida por todos os brasileiros

Pão de Queijo (Foto/Divulgação)
Pão de Queijo (Foto/Divulgação)

Quem acha que o estado de Minas Gerais é especialista apenas no famoso pão de queijo presente em todas as regiões do país, se engana. Minas é um estado riquíssimo em cultura e história, e sua gastronomia reflete essa verdade. Conheça mais sobre o que Minas tem de melhor, além do querido pãozinho de polvilho.

Feijão tropeiro

Esta comida é uma herança do período colonial brasileiro em que os tropeiros, condutores de tropas do século XVII, misturavam ao feijão: farinha, carne e ovos para que a refeição garantisse uma maior sustância em suas longas viagens. Facilmente encontrado nos restaurantes mineiros, o prato ainda é um verdadeiro sucesso e pode apresentar variações, como couve, bacon e linguiça.

Vaca atolada

Outra iguaria dos tempos de colônia, é o prato conhecido como vaca atolada. A história conta que a costela do boi/vaca era uma das partes pouco aproveitadas do animal, e a mandioca era (como ainda é) um alimento super comum e acessível. Assim, o cozido de costela com mandioca deu vida ao vaca atolada.

Frango ao molho pardo

Este prato, tipicamente mineiro, é daqueles que não agrada a todos. Afinal, o molho pardo desse frango é feito com o próprio sangue da ave. Ao abater a galinha, separa-se o sangue e adiciona vinagre para não coagular. Durante o cozimento, esta mistura entra como parte do molho junto a outros temperos. Saboroso, o prato pode ser acompanhado com arroz branco e couve refogada. Para quem torce o nariz a respeito do sangue, há quem substitua o ingrediente por vinho tinto.

Goiabada cascão

Além do pratos quentes, sobremesa em Minas é que o não falta. Uma das mais conhecidas é a goiabada cascão, que nasceu nas senzalas mineiras, também, durante o período colonial. A diferença da goiabada para a goiabada cascão é a presença das cascas no cozimento. Esse doce acompanhado do queijo minas é uma das principais referências do Estado.

Doce de leite

Há inúmeras versões sobre a origem do doce de leite, a Argentina e o Chile querem garantir sua autoria. No entanto, em Minas Gerais, a produção desse doce ganha destaque em sabor e qualidade, especialmente, quando acompanhado aos queijos feitos na região ou como recheio nos próprios pães de queijo.

Hoje, os pães de queijo são encontrados em todos as lanchonetes e supermercados do Brasil, refrigerados, congelados e facilmente disponíveis. Mas, a verdadeira comida mineira, cheia de sabor, tempero e história… essa só se encontra em Minas Gerais!

RECEITA DE PÃO DE QUEIJO

INGREDIENTES

  • 500 g de polvilho azedo
  • 1 copo (americano) de água
  • 1 copo (americano) de leite
  • 1/2 xícara de óleo
  • 2 ovos
  • 100 g de queijo parmesão ralado
  • sal a gosto

MODO DE PREPARO

  1. Em uma panela, ferva a água e acrescente o leite, o óleo e o sal.
  2. Adicione o polvilho, misture bem e comece a sovar a massa com o fogo desligado.
  3. Quando a massa estiver morna, acrescente o queijo parmesão, os ovos e misture bem.
  4. Unte as mãos e enrole bolinhas de 2 cm de diâmetro.
  5. Disponha as bolinhas em uma assadeira untada com óleo, deixando um espaço entre elas.
  6. Asse em forno médio (180º C), preaquecido, por cerca de 40 minutos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fued Dib recebeu representantes da população (Foto: Divulgação)

Prefeito de Ituiutaba abre diálogo com comissão contrária ao reajuste da SAE

Maria Abadia Pires e o filho Alexandre Pires (Foto: Divulgação)

Mãe do cantor Alexandre Pires é presa suspeita de fazer ‘gato’ em energia elétrica em Uberlândia