Prefeito de Ituiutaba abre diálogo com comissão contrária ao reajuste da SAE

Fued Dib recebeu representantes da população (Foto: Divulgação)

O prefeito Fued Dib recebeu, nesta terça-feira (26), uma comissão formada por representantes da comunidade e por vereadores, para discutirem a questão relacionada à mudança na forma de cobrança tarifa da água tratada em Ituiutaba. A nova forma de receber pelo serviço prestado pela Superintendência de Água e Esgoto – SAE foi anunciada há cerca de um mês pela autarquia.

“Antes de tudo vamos deixar claro que não queremos, em hipótese alguma, penalizar o consumidor. Principalmente a parcela mais carente da nossa comunidade. Entendemos que quem consome menos, tem que pagar menos e acredito que está também seja a posição de vocês”, disse o prefeito.

A reunião na Prefeitura de Ituiutaba, teve duração de aproximadamente cinquenta minutos. E demonstrando abertura ao diálogo, o Prefeito Fued disse que encontros com a finalidade de debater, buscar o entendimento e o consenso, serão sempre bem-vindos até que se chegue a uma solução para esta situação. “O debate faz parte de um processo democrático e esta sala de reuniões será o local onde se dará o debate sobre este assunto de agora pra frente”, disse.

O prefeito adiantou que está agendado desde semana passada, reunião na próxima quinta-feira (28) com os representantes da agência reguladora, a qual SAE é filiada. “Devemos lembrar que antes da mudança, a tarifa mínima era de R$ 32,00. Hoje o ponto de partida é de R$ 18,00 mais o consumo real. Ninguém está pagando por aquilo que não consome. Se adotássemos o reajuste linear defendido por alguns, a tarifa mínima da SAE seria em torno de R$ 36,00”, comentou o prefeito.

Ainda esta semana, deverá ocorrer encontro com representantes do movimento, estará sendo agendado, onde será colocado em discussão, os pontos a serem esclarecidos pelos membros da agência reguladora.

MANIFESTAÇÃO NA MANHÃ DESTA TERÇA-FEIRA (26)

Manifestação (Foto: Divulgação)
Manifestação (Foto: Divulgação)

Cerca de 30 pessoas, dentre cidadãos do povo, políticos e simpatizantes políticos se aglomeravam, manifestando insatisfação com alteração da matriz tarifária no consumo de água imposto pela SAE que entrou em vigor neste mês de fevereiro.

A manifestação começou por volta das 07h e só terminou às 09h45, depois que o executivo municipal abriu oportunidade de reunir com os interessados para uma discussão posterior.

Houve a instalação de uma corrente no portão de acesso de cerca de 30 funcionários da SAE, e, aos poucos, parte deles foram auferindo acesso ao trabalho.

Não houve confrontos, ninguém se feriu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moto foi atingida por um dos disparos (PMMG/Divulgação)

Suspeitos atiram contra homem de 27 anos em Capinópolis e fogem

Pão de Queijo (Foto/Divulgação)

Muito além do pão de queijo: 5 comidas tipicamente mineiras