Município recebe termo aditivo de convênio com o Pró-Mananciais

(esq) Jaisson Souza, Cleidimar Zanotto e Edivaldo Salgado (Foto: Divulgação)
(esq) Jaisson Souza, Cleidimar Zanotto e Edivaldo Salgado (Foto: Divulgação)

O secretário executivo do Colmeia. Edivaldo Salgado, entregou na semana passada ao prefeito Cleidimar Zanotto e ao vice-prefeito Jaisson, o termo aditivo ao convênio do município com o Pró-Mananciais da Copasa-MG, pelo qual é disponibilizado óleo diesel para que o município utilize seus maquinários na realização de ações do Pró-Mananciais, como a construção de curvas de nível e bolsões para contenção de enxurradas e a melhoria de estradas vicinais.

“O município é parceiro deste Projeto porque entende a sua urgência. Salvar o córrego do Capim, salvando suas nascentes, é condição fundamental para o futuro de Capinópolis, pois é de lá que é captada a água servida à comunidade”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.

“No dia que a Copasa se reuniu conosco pela primeira vez em 2017, para falar do Pró-Mananciais, eu já me apaixonei pela ideia, e nós fizemos o compromisso de ser parceiros e o seremos sempre, pois reconhecemos a sua importância”, disse o vice-prefeito Jaisson.

Para que o Pró-Mananciais fosse implantado em Capinópolis foi criado o Colmeia – Coletivo Local do Meio Ambiente, composto por voluntários que são responsáveis por gerir e aprovar as ações desenvolvidas pelo Pró-Mananciais em Capinópolis, tendo em 2018, realizado o plantio de 11.155 mudas de árvores nativas da região, construído 13 bolsões e mais de 12 mil metros de curvas de nível para a contenção de enxurradas, a fim de evitar o assoreamento das nascentes, além de 8 mil metros de cercas para a contenção de animais, beneficiando as nascentes em sete propriedades rurais.

Para 2019 o Colmeia já está se reunindo e programando as ações que visam dar continuidade a esse belo trabalho com a realização de mais ações, lembrando que a empresa vencedora da licitação para o plantio das mudas, as quais têm mais de 1.5 metros de altura, é responsável por acompanhar o seu desenvolvimento pelo período de 12 meses, ao fim dos quais os proprietários de terra serão os responsáveis, com a supervisão dos membros do Colmeia, que estarão regularmente visitando os locais e averiguando a sanidade das mudas.

“É um trabalho contínuo, por isso, esse aditivo ao convênio é muito importante para o Colmeia, pois para o sucesso da maioria das atividades dependemos de máquinas, o município de Capinópolis é um grande parceiro, está sempre nos disponibilizando as máquinas enquanto que nossa responsabilidade é fornecer o óleo diesel”, afirma Edivaldo Salgado, secretário executivo do Colmeia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Carnaval em Ipiaçu (Foto; Fellipe)

23º Carnaval Na Rua de Ipiaçu, festa e alegria

Motorista ficou presos às ferragens (Foto: Bombeiros/Divulgação)

Jovem de 23 anos morre em acidente na BR-365, próximo à Monte Alegre