PRF prende três com carro clonado e arma de fogo em Uberlândia

Veículo estava com placas de Itumbiara, Goiás

Veículo clonado tinha placas aparente de Itumbiara/GO. (Foto: PRF/Divulgação)
Veículo clonado tinha placas aparente de Itumbiara/GO. (Foto: PRF/Divulgação)

Três suspeitos foram presos na tarde da última quarta-feira (27) na altura do km 641 da BR-365. Os suspeitos foram presos com um carro clonado por volta das 16h40 em um posto de combustíveis na zona rural do município de Uberlândia, Minas Gerais. Segundo a Polícia Rodoviária Federal — PRF— foi realizada a abordagem ao veículo hyundai/hb20s, cor branca e placa aparente de Itumbiara/GO.

O veículo era conduzido por D. N. A. L., 22 anos, e tinha como passageiro seu irmão D. G. A. L., 24 anos, e um terceiro passageiro do veículo que evadiu do local ao perceber a aproximação da equipe da PRF.

O condutor apresentou o crlv com indícios de falsificação na grafia e informou que teria adquirido o veículo pelo facebook há cerca de 9 meses, e que não teria ideia de quem vendeu. Em fiscalização ao interior do veículo, na mochila do passageiro, foi encontrado um revolver calibre .38, marca rossi, carregado com 05 (cinco) munições, pronto para uso.

Diante das suspeitas a equipe procedeu à vistoria detalhada ao veículo e descobriu-se o veículo original, sendo Hyundai/hb20s 1.6m comf, o qual possui registro de furto na data de 29/11/2016, no município de Uberlândia/MG.

Em consulta ao sistema estadual, verificou-se que existe sinalização de fuga em aberto para o detido D. G. A. L., do presídio de Tupaciguara/Mg, pena que cumpria devido à prisão efetuada pela PRF após cometer um roubo na cidade de Tupaciguara em 2018.

Por volta das 19h30, após sucessivas buscas na região da abordagem, a equipe PRF logrou êxito em encontrar o terceiro ocupante do veículo. O passageiro foi identificado como sendo a. L. N. S. 34 anos.

diante dos fatos, o motorista foi detido por suspeitas de uso de documento falso (crlv), adulteração de sinais identificadores do veículo, receptação de veículo produto de crime e associação criminosa, enquanto seu irmão e passageiro foi detido por suspeitas porte ilegal de arma de fogo, situação de fuga de presidio em aberto e associação criminosa, enquanto o terceiro ocupante foi detido por suspeita de associação criminosa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Principal ingrediente da marca Roundup é o glifosato, amplamente utilizado ao redor do mundo

Segundo a OMS, o glifosato Roundup é potencialmente cancerígeno

Nova diretoria do Consep foi empossada (Foto: Divulgação)

Eleita a nova diretoria do Consep, de Capinópolis