Garotas humilham jovem negro no Bob´s do Rio de Janeiro e vídeo gera revolta

Um vídeo causou revolta nas redes sociais nesta terça-feira (02) de abril, quando duas garotas resolveram humilhar um jovem negro trabalhador. No vídeo — gravado pelas próprias agressoras—  o jovem colaborador da rede Bob´s de fast-food é chamado de “fodi**” e “babacão”.

As sentadas e parecendo se divertirem muito, as mulheres proferem as frases “Limpa para eu ver”, “Limpa babacão” e “Limpa seu fodid*”.

Uma das delinquentes foi  identificada como Júllia Rodrigues, e a amiga, Thais Araújo.

Querendo ‘justificar’ o injustificável, uma das agressoras postou outro vídeo no Instagram dizendo que “não era porque o menino era preto não, porque ainda tem pretos bonitinhos, mas ele é um preto feio horroroso”.

Em nota, o Bob’s informou que “repudia qualquer tipo de discriminação ou assédio e lamenta que cenas como essa, até hoje, ainda sejam vistas nas relações entre pessoas. O funcionário segue trabalhando normalmente na empresa, sendo inverídicas as declarações de desligamento dele.

Júllia cancelou sua conta no Instagram, enquanto Thais usou a rede social para se posicionar sobre o ocorrido. A jovem contou que namorou o funcionário da lanchonete por seis anos e admitiu que agiu de forma errada, mas que não considera sua atitude foi racista.

“E não adianta falar agora que não adianta mais. Adianta sim. Quando você se arrepende do que fez, você é perdoado. Eu estou arrependida e quero que isso acabe. Não me mandem mais mensagens. Eu não vou acabar com as minhas redes sociais, eu não fui racista”, observou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copasa e loteadora se posicionam sobre o fornecimento de água no Barbosa II em Capinópolis

Equipe de Canápolis, Minas Gerais, brilho no campeonato (Foto: Divulgação)

Equipe de karatê de Canápolis brilha no Campeonato Brasileiro realizado em Brasília