Vítima de afogamento em Cachoeira Dourada morava em Uberlândia e tinha 53 anos

Local onde o corpo foi encontrado (Foto: Bombeiros/Divulgação)
Local onde o corpo foi encontrado (Foto: Bombeiros/Divulgação)

O homem vítima de afogamento fatal na tarde da última quarta-feira (24) de abril, na região da balsa em Cachoeira Dourada, foi identificado pelos Bombeiros. Carlos Alves de Santana, 53 anos, era natural de São Paulo e estava morando em Uberlândia.

O fato ocorreu por volta das 17h e os Bombeiros de Ituiutaba trabalharam nas buscas pelo corpo até as 22h.

Segundo testemunhas disseram aos Bombeiros, que se encontravam em uma balsa na margem do Estado de Goiás, viram quando a vítima caminhava em direção ao rio na margem do lado do Estado de Minas Gerais, adentrando dentro do rio. Momentos depois, ouviram gritos, e que assim não visualizaram mais a vítima que submergiu nas águas — completou a testemunha aos Bombeiros.

Houve uma primeira informação — repassadas pelos Bombeiros— de que a vítima se encontrava na balsa, e que havia caído dentro do Rio Paranaíba, está versão foi desmentida hoje, quando as testemunhas que presenciaram o fato, informou o que haviam presenciado no momento do afogamento a equipe de militares do corpo de bombeiros, e também a equipe da polícia militar que se encontrava no local.

Cidinha é imunizada contra a gripe durante ação (Foto: Maria do Socorro Câmara)

Integrantes do Grupo Conviver são imunizados contra a gripe em Capinópolis

Comunidade Batista Viva realizará ‘VIIº Café Com Deus’ destinado às mulheres