A cultura que faz Canápolis brilhar

Os eventos culturais foram realizados na ‘Praça 14 de julho’, nos dias 27 e 28 de abril

Por conta da realização do “Fim de Semana Cultural”, o Departamento de Cultura / Casa de Cultura, com apoio da Prefeitura Municipal de Canápolis, vem a público, agradecer os colaboradores, e a cada pessoa que prestigiou com sua presença, os espaços culturais na Praça 14 de julho, nos dias 27 e 28 de abril de 2019.

(Foto:  Casa de Cultura /Canápolis)
(Foto: Casa de Cultura /Canápolis)

Nenhum movimento cultural se faz de maneira individual, é sempre um esforço coletivo, tendo em vista que Cultura é a identificação de traços comuns de tradições, de informações e de elementos que caracterizam coletivamente um contexto, uma população, uma região, enfim, uma tradição estabelecida. Sendo assim, nada se pode fazer de maneira individual, e o apoio de cada um é fundamental para que se possa, no final das contas, criar algo que por ser comum deve ser reforçado.

Reconhecemos o valor de algo que está em desuso nos dias de hoje, a abnegação. Abnegar como todos sabem, é dedicar- se de coração, sem previsão de ganho, e não há palavras para agradecer esse gesto tão em desuso, mas tão valioso para abrilhantar o evento. Fabrício Ramos, Victor Rodrigues, Claudia e Gustavo, Wolmar Lima, Joel Pereira, Jair Lima, Emanuel Rocha, Rodrigues da Fronteira com os Netinhos dos Teclados e do Acordeom, alunos das Oficinas de Música da Casa de Cultura, Maria Luiza e Pablo Fernandes no espaço de Artepaleontologia, nosso eterno agradecimento. O meu mais profundo agradecimento a toda Equipe da Casa de Cultura, Associação Amigos da Cultura, os representantes dos Ternos:  Moçambique Coroa de Ouro, Camisa Azul Claro, Estrela do Oriente a todos que apoiaram o evento.

Ainda tivemos a oportunidade de participar no sábado, da Pamonhada do Zé Dias – Patrimônio Imaterial do Município de Canápolis, e distribuir o Calendário de Difusão de Bens Culturais, destacando a Cronologia de uma cultura forte, dentre os Bens Culturais destacamos no mês de abril,  a tradicional Pamonhada do Zé Dias.

Fica a expectativa de que, em um futuro próximo, possamos desdobrar esse evento em outros, que cada vez reforcem os laços que unem a comunidade canapolina. Muito obrigada, e até a próxima, pois tudo isso nos motiva cada vez mais, a ir mais fundo no nosso propósito de fazer a cultura de Canápolis se sobrepor a todas as dificuldades e a todas as barreiras.

Fotos:

Pastor evangélico é preso em Uberlândia suspeito de atos libidinosos

Homem furta tv do vizinho em Capinópolis e foge da PM