Justiça determina volta de Michel Temer à prisão

O ex-presidente Michel Temer e Coronel Lima haviam sido presos em março no âmbito da operação ‘Descontaminação’

Temer havia indicado Rocha Loures para tratar dos seus assuntos na JBS (foto: Lula Marques / AGPT)

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região cassou nesta quarta-feira por 2 votos a 1 o habeas corpus que beneficiava o ex-presidente Michel Temer e determinou que ele volte à prisão.

O tribunal também cassou o habeas corpus que beneficiava o ex-coronel da Polícia Militar de São Paulo João Baptista Lima Filho, o coronel Lima, amigo pessoal de Temer.

Michel Temer e Lima haviam sido presos em março no âmbito da operação Descontaminação, que apura desvios de recursos na Eletronuclear e solto poucos dias depois, graças ao habeas corpus agora cassado.

Vereadores buscam recursos para Capinópolis junto a deputado em BH; Assista

Asfalto na Rua São Pedro é uma conquista