Homem insatisfeito com programa em prostíbulo de Patrocínio aciona PM

Homem teria pago a quantia de R$80,00 adiantado pelo programa, mas ficou insatisfeito e acionou a PM

O direito do consumidor foi levado a sério em Patrocínio, no Triângulo Mineiro. Um homem de 52 anos acionou a Polícia Militar (PM) após ter ficado insatisfeito com o programa em um prostíbulo. O fato ocorreu na última quinta-feira (9) de maio no bairro São Benedito.

Segundo dados da Polícia Militar de Patrocínio ao Tudo Em Dia, o homem pagou a quantia de R$80,00 adiantado pelo programa, mas após meia hora, teria ficado insatisfeito e acionado a PM.

Segundo a PM, local é um bar/lanchonete e seria um ponto de prostituição. Várias mulheres estavam tomando cerveja e ao serem questionadas afirmaram que estavam ali para oferecer seus serviços sexuais.

Em um dos quartos, os militares encontraram uma camisinha usada embaixo da cama.

Os fiscais da prefeitura de Patrocínio foram acionados e determinaram o fechamento dos estabelecimentos já que eles não possuíam documentação e estariam favorecendo à prostituição.

Uma mulher de 29 anos — suposta responsável pelo bar/lanchonete— foi presa.

A PM não relatou os motivos da insatisfação do cliente.

Polícia investiga roubo de defensivos agrícolas de loja em Capinópolis

Thalita Zampirolli, modelo trans, se casa no Estados Unidos