1º Encontro Municipal da Coleta Seletiva é realizado em Capinópolis

Um seminário realizado na última quarta-feira (05) de junho na Câmara Municipal de Capinópolis, discutiu os avanços da coleta seletiva em Capinópolis. O evento teve a participação prefeito Cleidimar Zanotto, o secretário de meio ambiente do município Vilson Bernardeli, os professores Humberto Mineu, do IFTM, e Flander de Almeida Calixto, da UFU, estudantes, membros da Cooptal, os vereadores Edward sales, Gilvan Gama e Suely Pricinoti e populares.

“Hoje para nós é um dia especial porque estamos discutindo os avanços da coleta seletiva em Capinópolis e estudando caminhos para torna-la mais efetiva”, disse o prefeito Cleidimar Zanotto.

(Esq) Lívia Reis, Edward Sales, Cleidimar Zanotto, Humberto Mineu e Flander de Almeida (Foto: Paulo Braga)

Os primeiros oradores oficiais do evento foram o secretário de meio ambiente Vilson Bernardeli, que destacou o apoio da gestão do prefeito Cleidimar e Jaisson para o sucesso da coleta seletiva e o representante da Cooptal, Wester Teodoro, popular Nem, que falou dos números positivos da coleta seletiva em Capinópolis afirmando que o município gera em torno de sete toneladas dia de lixo, dos quais apenas duas toneladas são recicladas, que o município gasta muito dinheiro transportando e enterrando o lixo que poderia ser reciclado e, portanto, retornar à sociedade em forma de trabalho e renda para mais pessoas.

(Esq) Wester, Vilson Bernardeli e Leando — representando os colaboradores da Cooptal (Foto: Paulo Braga)

Em seguida, falou o professor Flander de Almeida Calixto que convidou todos os membros da Cooptal para sentarem-se em lugar de honra pois seriam eles os mais importantes naquele encontro. Destacou o trabalho do Ministério Público para o sucesso da implantação da coleta seletiva em Capinópolis, inicialmente na pessoa do promotor Dr. Daniel e, em seguida, da Dra. Maria Carolina, que são pessoas realmente interessadas na defesa do meio ambiente; ele destacou a atuação do prefeito Cleidimar Zanotto que abraçou a causa desde o início de sua gestão, onde Capinópolis tornou-se modelo para toda a região.

Professor Flander de Almeida Calixto durante pronunciamento (Foto: Paulo Braga)

“O prefeito Cleidimar é um exemplo a ser seguido por todos os prefeitos da região pelo apoio incondicional para o sucesso da coleta seletiva em Capinópolis, sem seu apoio nada teria acontecido”, ressaltou.

Em seguida falou o professor Humberto Mineu, demonstrando os números da coleta seletiva em Ituiutaba, destacando o quanto lá foi mais difícil a implantação do serviço, pois no início os membros recebiam apenas cerca de R$270 reais por mês, com um número de 22 pessoas e hoje são 43 pessoas que recebem quase dois mil reais por mês, no entanto, a coleta seletiva em Ituiutaba é de apenas 5% dos resíduos produzidos, que o município está enterrando no aterro sanitário da cidade mais de R$300 mil reais por mês de produtos recicláveis que poderiam estar sendo retornados para a sociedade em forma de renda e mão de obra, sem comprometer o meio ambiente.

O representante da ACIAC, empresário Valdir destacou a parceria da entidade com a coleta seletiva, ressaltando a importância do trabalho da Cooptal para a comunidade; a representante das indústrias locais, Lívia Reis, da CRV Industrial, destacou as ações ambientais realizadas em sua empresa, lembrando a parceria com a Cooptal, onde estão sempre lá na empresa quando são chamados, retirado todos os resíduos recicláveis.

“Seja no calor do sol ou em dia frio, eles estão sempre lá, realizando seu trabalho com orgulho e alegria”, disse Lívia.

Lívia Reis representou a Usina CRV Industrial (Foto: Paulo Braga)
Lívia Reis representou a Usina CRV Industrial (Foto: Paulo Braga)

A secretária de educação e cultura, Iracilda Duarte, contou um pouco de sua história, onde o trabalho é sempre encarado com dignidade, agradecendo a presença das orientadoras educacionais do município ali presentes, tendo em vista a parceria das escolas na orientação das crianças com referência à coleta seletiva.

“As crianças vão ser os nossos agentes dentro de casa orientando as mães para o simples processo de separar o lixo seco do lixo úmido e assim trazer um grande benefício para que mais famílias de Capinópolis possam aderir à coleta seletiva”, disse Iracilda.

O Seminário prosseguiu durante toda a tarde com o debate de ideias e ao final, o que restou foi um grande contentamento de todos, desde os organizadores quanto a comunidade de que utilizar o Dia Nacional do Meio Ambiente, cinco de maio, para discutir um assunto tão importante foi uma ação fundamental para o futuro de Capinópolis, da região e do Brasil.

“Respeitar o meio ambiente é condição fundamental para o futuro da vida na terra”, destaca o professor Flander.

Plenário da Câmara fico repleto de pessoas interessadas no desenvolvimento sustentável (Foto: Paulo Braga)
Plenário da Câmara fico repleto de pessoas interessadas no desenvolvimento sustentável (Foto: Paulo Braga)

CRAS de Capinópolis melhora a brinquedoteca

Corpo de homem que desapareceu no Rio Paranaíba é encontrado