PL que institui Programa de equoterapia em Capinópolis é aprovado na Câmara

O Projeto de Lei 1.912 foi aprovado de forma unânime na sessão ordinária do Legislativo desta segunda-feira (01) de julho

Assista à reportagem

Reportagem: Paulo Braga/Tudo Em Dia

Os parlamentares do Legislativo capinopolense aprovaram de forma unânime o Projeto de Lei (PL) nº. 1.912, que institui o Programa Municipal de Equoterapia como opção terapêutica de saúde pública. Representantes da Associação de Cavaleiros e Amazonas de Capinópolis —ACACAP— e da Apae/Ensino Especial acompanharam a votação.

O PL, de autoria dos vereadores Luciano Batista Belchior (MDB) e Caetano Neto da Luz (PSDB), tem o objetivo de beneficiar pacientes com deficiência e/ou com mobilidade reduzida. De forma cortês, o edil Luciano Belchior apresentou o projeto como sendo de todos os vereadores.

Equipe da ACACAP recebe homenagem na Câmara Municipal de Capinópolis (Foto: Paulo Braga/Tudo Em Dia)
Equipe da ACACAP recebe homenagem na Câmara Municipal de Capinópolis (Foto: Paulo Braga/Tudo Em Dia)

As duas instituições foram homenageadas pelo Legislativo. O presidente da ACACAP, Mário Pinheiro Paes Lemes disse ao Tudo Em Dia que os integrantes da instituição —que não tem fins lucrativos— atuam por amor ao que fazem.

“A APAE vai entrar com profissionais, com fisioterapeutas, com psicólogos e os profissionais da equitação. A ACACAP vai entrar com todo suporte voluntariado, apoio com os animai, os tratadores, pessoal de apoio, os guias laterais. A gente não tem lucro nenhum, a gente faz tudo por amor”, disse Mário Paes Lemes.

O diretor da Escola de Ensino Especial, Valdeci Ferreira, ressaltou a importância da parceria para implantação da equoterapia em Capinópolis.

“Esse projeto já veio desde o ano passado, quando o Mário, presidente da ACACAP, veio nos procurando para que a gente trabalhasse esse projeto. Como ele disse, ‘Deus quis que fosse este ano’, então, nós só temos que agradecer essa homenagem feita agora aqui na Câmara. Agradecer ao Mário que coordenou, juntamente com o pessoal da ACACAP, a participação da APAE. Eu não vejo dificuldade em trabalhar com as crianças especiais, por que eu faço o que eu gosto, com prazer (…) todas as pessoas que passam por lá, vêem como que é gratificante trabalhar naquela instituição”, disse Valdeci Ferreira.

Valdeci Ferreira, direto da APAE, durante pronunciamento na Câmara Municipal de Capinópolis (Foto: Paulo Braga / Tudo Em Dia)
Valdeci Ferreira, direto da Escola de Ensino Especial, durante pronunciamento na Câmara Municipal de Capinópolis (Foto: Paulo Braga / Tudo Em Dia)

Durante a discussão do projeto — protocolarmente realizada antes da votação— todos os parlamentares pontuaram os benefícios que a parceria proporcionará aos pacientes com deficiência ou dificuldades de mobilidade.

Segundo o presidente do Legislativo Capinopolense, Luciano Belchior, a equoterapia leva benefícios físicos e psicológicos aos pacientes.

“Os principais ganhos são os motores e os psicológicos, no entanto, pode-se observar também o aumentando na autoestima e a autoconfiança dos pacientes onde o sistema é executado. A Câmara Municipal de Capinópolis será parceira na execução do projeto, juntamente com a ACACAP e com a Escola de Ensino Especial”, disse o presidente. Luciano Belchior vem direcionando os esforços do Legislativo para valorizar as pessoas, as instituições e estreitar os laços com a população de Capinópolis.

A Câmara Municipal de Capinópolis será parceira na execução do projeto e deve votar dotação orçamentária em 2019. O vereador Caetano Neto da Luz, um dos autores do projeto, falou à reportagem do Tudo Em Dia.

“É um projeto que a gente tem uma visão muito ampla a respeito. Há muitos anos, em 2013, nós lançamos a ideia através de indicação, eu e o vereador João Makhoul e também com o vereador Luciano, que é o presidente da Câmara agora. E foi aprovado na época e e tivemos muita esperança que este projeto tocasse à frente, mas não foi possível, porque era uma indicação, era uma sugestão e nós não desistimos dessa dessa luta. Apresentamos um projeto de lei em 2017, eu, juntamente com vereador Luciano, e esse projeto foi aprovado por unanimidade aqui na Câmara Municipal e foi para a sansão do prefeito. Na época, o executivo achou por bem vetar. Eu acredito que a realidade é outra, ele vai ser sancionado [projeto] e vai ser executado para o bem da comunidade que tem problema de saúde com mobilidade reduzida”, disse Caetano Neto da Luz.

Equipe da APAE/Ensino Especial recebe homenagem na Câmara Municipal de Capinópolis (Foto: Paulo Braga / Tudo Em Dia)
Equipe da APAE/Ensino Especial recebe homenagem na Câmara Municipal de Capinópolis (Foto: Paulo Braga / Tudo Em Dia)

Veja outras matérias aprovadas na sessão ordinária

O projeto que concede área para sessão do abatedouro municipal para iniciativa privada foi aprovado em 2ª e 3ª votação por 7 votos a 2.

Projeto de Resolução nº. 276 —Gilvan Alves Gama— Denomina a quinta sala do andar térreo desta Casa de Leis de ‘Vereador Jarbas Fontoura’.

Indicação nº. 110/2019 —Suely Pricinoti— Introduzir no Centro de Apoio ao Idoso a realização anual de evento social para escolha da ‘Miss Simpatia da Terceira Idade’.

Indicação nº 111/2019 —Neide Aparecida Martins Souto— Destinar as taxas pagas pelos feirantes para que sejam aplicadas em aluguel ou aquisição de banheiros para utilização pelos feirantes de Capinópolis.

Indicação nº. 112/2019 — Gilvan Alves Gama— Construir calçada no canteiro central da Avenida 101, em frente ao portão da Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves, mais precisamente nos limites da faixa de pedestres ali existentes.

Indicação nº. 113/2019 —João Makhoul— Construir lago, com bosque municipal (com toda a infra-estrutura necessária, tais como: bancos, iluminação, ponte para travessia, calçadas, dentre outras medidas que possa contribuir com um melhor paisagismo do local), na divisa do bairros Barbosa e Wagner de Paula, a partir da antiga residência do ‘Balaieiro’ e que foi desapropriada por esta municipalidade.

Indicação nº. 114/2019 —Aparecido Ribeiro Alves e Daniel Alves França— Retomar o funcionamento da Casa de Apoio à Família Rural, tal como ocorria em administrações anteriores; objetivando dar maior amparo às famílias da região rural que saem de suas residências de madrugada, e muitas vezes passam o dia em Capinópolis sem ter algum lugar que os abrigue condignamente. O atendimento a este pleito irá proporcionar maior dignidade às famílias da região rural que tanto contribuem para o progresso do município, merecendo de igual forma, atenção da administração pública.

Indicação nº. 115/2019 —Caetano Neto da Luz/Suely Pricinoti/Gilvan Alves Gama— Realizar o tombamento da feira municipal de Capinópolis que se realiza tradicionalmente há vários anos nessa cidade na avenida 99, entre as Ruas 100 com a Rua 102.


Veja o resumo da sessão ordinária do Legislativo capinopolense do dia 1º de julho

Corpo encontrado em jardim de casa em Londres caiu de avião