Realizada Palestra sobre implantação do Serviço de Inspeção Municipal — SIM

Assista à reportagem

Uma palestra realizada neste sábado (13) de julho na Câmara Municipal de Capinópolis, abordou a implantação do Serviço de Inspeção MunicipalSIM. O SIM fiscalizará a produção de alimentos de origem animal na agroindústria de pequena, média e grande porte. Cabe ressaltar o sistema foi criado em 2015, no entanto, sua implementação está sendo cobrada pelos órgãos competentes.

A palestra foi proferida por Cristina Martins, representante do Consórcio Púbico Intermunicipal de Desenvolvimento Sustentável do Triângulo Mineiro e Alto ParanaíbaCIDES. A palestrante abordou o tema de forma clara e logo após, um debate foi aberto.

“Existe uma lei que determina isso. As promotorias de Justiça estão cobrando isso dos prefeitos, ou seja, a gente tem que desenvolver de uma forma ou de outra”, enfatizou Cristina Martins.

Os municípios de Capinópolis, Ituiutaba, Canápolis e Cachoeira Dourada foram representados no evento.

O prefeito de Capinópolis, Cleidmar Zanotto, destacou que a palestra tem o objetivo de esclarecer dúvidas com informações técnicas. “A ideia dessa reunião de trabalho, que nós programamos aqui, é trazer as pessoas técnicas, com qualificação de informações, para trazer para os feirantes e comerciantes o que é o SIM e qual o objetivo dele”.

Cristina Martins e Cleidimar Zanotto (Foto: Paulo Braga)
Cristina Martins e Cleidimar Zanotto (Foto: Paulo Braga)

Betânia Campos, representante dos feirantes, espera apoio do poder público. “Na verdade, nossa maior dificuldade como feirante é a questão de custo, porque não tem como a gente montar uma estrutura na própria propriedade. Com isso, a gente precisa de um respaldo de qualquer outro órgão público, municipal ou estadual, que monte as estruturas para nós, para que a gente possa abater os nossos animais e continuar produzindo”, disse a representante dos feirantes ao Tudo Em Dia.

Betânia Campos (Foto: Paulo Braga)
Betânia Campos (Foto: Paulo Braga)

O prefeito Cleidimar Zanotto e parlamentares da Câmara Municipal de Capinópolis definiram seus posicionamentos na ocasião, pontuando que os feirantes e pequenos produtores não ficarão desamparados.

“Eu levantei a questão do custo, por que é uma dúvida, é um anseio de saber se o que seria despendido para se adequar ao SIM. O SIM é um selo que vai te dar condição de dizer para o consumidor ‘Meu produto de boa qualidade'”, disse o vereador Gilvan Gama.

A coordenadora técnica da Emater, Suzana Nakadani, pontuou que a legislação municipal tem uma abordagem mais próxima da realidade dos produtores. “Tanto a legislação estadual, quanto a legislação nacional, é muito exigente. Quando você trabalha com a inspeção municipal, você trabalha mais a realidade daquele grupo de produtores, às vezes, agricultores familiares, pequenos produtores. A intenção da implantação [do SIM] é fomentar a atividade desses pequenos [produtores]”, disse Nakadani.

A representação dos feirantes e pequenos produtores de Capinópolis vem questionaram os vereadores e o prefeito Cleidimar sobre a implantação SIM.

O vereador Edward Sales pontuou que os Poderes públicos tem a obrigação de propiciar condições aos produtores. “Prefeitura e Câmara formam um só governo e o governo Municipal de Capinópolis tem obrigação de fomentar, propiciar condições para que os pequenos produtores comercializem seus produtos de origem animal”.

A vereadora Núbia Luciana, do Município de Cachoeira Dourada, enfatizou a importância do SIM e afirmou que irá discutir o assunto com os outros parlamentares. “Sou do município de Cachoeira Dourada e o nosso município, infelizmente, passa por essa problemática do desemprego, que a gente sabe que afeta o país todo, mas nós temos uma questão bem específica, por que a nossa população depende muito da prefeitura municipal. Nós temos que incentivar os pequenos produtores”, disse a parlamentar.

O evento foi transmitido ao vivo via rede social.

Instituições de Capinópolis e Ituiutaba recebem alimentos arrecadados na 26ª Expocap

Homem morre em acidente próximo à Patrocínio e cadelinha sobrevive