Novo Conselho do Patrimônio Histórico toma posse em Capinópolis

Foto: Divulgação
divulgação

Tomou posse na reunião ordinária de quarta-feira, dia 07, o novo Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural de Capinópolis. Na realidade de novo mesmo só a Professora Marina Braga, que irá substituir o saudoso amigo Dedé, que faleceu no ano passado, no mais todos os membros continuam os mesmos: presidente: Júlia Vieira de Alvarenga e membros; Iracilda Pereira Duarte, Queli Franco, Zoraine Rezende Vilarinho, Dr. Janeir Parreira de Lima, Maria Zélia Cruz, Eliene Garcia de Medeiros, Maria Helena Felippe, Valdair Bernardeli e Marina Braga, tendo como membro orientador o historiador do município Cláudio Scarparo.

A solenidade de posse foi simbólica, com todos os membros atuando como voluntários visando assim desenvolver e preservar o patrimônio histórico e cultural do município.

“Todos nós atuamos como voluntários e a maioria atua também em outras instituições da cidade, sempre como voluntários, como é o meu caso, que além do Conselho, participo do Colmeia – Coletivo Local do Meio Ambiente, além de trabalhos nas pastorais da Igreja. A gente a cada dia toma mais gosto pelo trabalho voluntário e com isso, passando a dedicar parte de nosso tempo em prol da coletividade. É uma pequena retribuição ao que a cidade nos deu durante toda a vida”, disse o conselheiro Valdair Bernardeli.

Além da posse a reunião tratou ainda da 7ª Jornada Mineira do Patrimônio Cultural em Capinópolis e a pontuação do município no ICMS Cultural.

Para discutir a Jornada Cultural, que vai tratar de alimentos tradicionais, com o tema Delícias de Capinópolis, a ser desenvolvido nas Escolas Municipais ‘Higino Guerra’, ‘Aurelisa Alcântara de Souza’ e ‘Presidente Tancredo de Almeida Neves’, participaram da reunião as diretoras das escolas, Sâmia Aparecida Silva, Maria das Dores – Zefa e Célia Martins de Almeida Franco, respectivamente, que receberam orientações e vão, oportunamente, se reunir com o historiador Cláudio Scarparo para planejar a Jornada Cultural.

Sobre a pontuação do ICMS Cultural do município em 2019 é de 9.48, o que vai render cerca de 13 mil reais por mês, acaso o Governo do Estado faça os repasses corretamente. Foram discutidas ações visando ampliar essa pontuação para 2020.

Ao final da reunião a presidente Júlia Vieira Alvarenga agradeceu a presença de todos, manifestou as expectativas com referência à Jornada Cultural, desejou bom êxito a todos os novos conselheiros, declarando encerrada a reunião.

Iniciadas obras para ampliação do ‘Cemitério da Saudade’ em Capinópolis

Ontem a bola rolou pelo Municipal de Futsal, no Ginásio Isaías Lucas