Mulher é presa em Luziânia suspeita de participar da morte de jovem

Mariana Martins Duarte (Foto: PCGO)
Mariana Martins Duarte (Foto: PCGO)

Uma mulher de 25 anos foi presa nesta quarta-feira (28), em Luziânia, suspeita de ter participado da morte de um jovem, com quem, segundo a Polícia Civil, mantinha um relacionamento amoroso. Marlom Santos Oliveira foi assassinado a facadas em agosto de 2017 e ainda teve o corpo carbonizado na cidade, que fica no Entorno do Distrito Federal.

As investigações apontam que o homicídio ocorreu após uma festa na casa da suspeita, Mariana Martins Duarte, quando a vítima teria se envolvido em uma confusão com um adolescente por causa de uma bermuda. Segundo o delegado Olemar Miranda Santiago, testemunhas apontaram que Mariana entregou a faca para o adolescente e outras duas pessoas para matar a vítima. À polícia, no entanto, ela negou qualquer participação no crime e afirmou que sequer conhecia a vítima.

A motivação do crime teria sido porque Marlon pegou uma bermuda emprestada do adolescente, autor do crime, e não teria devolvido. “Esse, segundo as testemunhas, teria sido o motivo do crime. Mariana teria concordado com a morte e entregue a faca”, informou o delegado, acrescentando que Justiça de Luziânia determinou a prisão temporária da jovem. A suspeita também recai sobre ela pelo fato de que ela também está respondendo na Justiça de Luziânia pelo homicídio de outro rapaz, em 2018.

Anorexia e bulimia nervosa, é possível reverter esse quadro solitariamente?

Polícias recuperam 23 cabeças de gado roubadas em Prata