Abacaxi ganha destaque na ‘Culinária & Patrimônio 2019’ em Canápolis

O fruto que carrega o sabor do Triângulo Mineiro figurou como protagonista na 7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais

(Foto: Casa de Cultura de Canápolis/Divulgação)
(Foto: Casa de Cultura de Canápolis/Divulgação)

Canápolis é reconhecida nacionalmente pela qualidade do abacaxi que produz. O fruto de alta qualidade e muito usado na culinária, está presente em praticamente todas as mesas dos cidadãos do município.

Nada mais natural, portanto, do que essa fruta tão popular figurar em destaque na programação da 7ª Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais – Edição 2019, especificamente no evento “Culinária e Patrimônio 2019”.

A Casa de Cultura de Canápolis aliou, de forma inteligente, dois aspectos: a valorização do patrimônio material, tendo promovido o estudo com os alunos sobre o bem inventariado do município, localizado na BR-153 com o início da Rodovia Estadual 226 que dá acesso a cidade. O local conta com grande movimento de veículos de todo o Brasil, já que a BR 153 corta o país de Norte a Sul.  Portanto, o monumento é uma marco para quem passa na rodovia e assim, torna-se conhecido nacionalmente.

O outro aspecto foi a sessão culinária, exclusivamente voltada ao abacaxi, que contou com variados pratos. Foram servidos pratos doces, quitutes variados — todos à base de abacaxi. A culinária também é parte integrante do patrimônio cultural imaterial do município e da região.

Tais eventos ocorreram na manhã do dia 28 de agosto e mobilizaram os alunos da Escola Municipal Alvarenga Peixoto, turma da Profª. Aparecida Marta Moreira Ferro do 4º ano A. Na seção culinária, os mesmos sugeriram pratos diversos, os quais foram preparados integralmente pela Profª Aparecida Marta e pela Diretora Profª. Erica Aparecida Reis, e degustados com muita vontade, por todos ao alunos do turno matutino.

O evento contou com a presença da Secretária de Educação e Cultura, Helena Ester e do Vereador Dedé da Farmácia, que elogiaram a parceria entre a Equipe da Casa de Cultura e a Equipe da Escola Municipal Alvarenga Peixoto.

 A Profª Alessandra Pidruca, esclareceu que a a Jornada do Patrimônio Cultural de Minas Gerais, é uma ação promovida pela Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, por meio do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais – IEPHA/MG e que , com tais ações, a Casa de Cultura de Canápolis reforça aspectos culturais fundamentais para a identidade do município, transmitindo aos alunos os valores de reconhecimento, compreensão, conscientização e preservação do patrimônio material e imaterial da cidade. E, desta vez, de uma maneira agradável e “doce”, o que a todos agradou.

Fotos

Polícias recuperam 23 cabeças de gado roubadas em Prata

Estuprador foragido de Goiás é preso pela Polícia Civil em Capinópolis