Tratamentos estéticos para modelar e empinar o bumbum

Saiba como aproveitar os benefícios dos tratamentos estéticos para empinar o bumbum e deixá-lo ainda mais atraente

(Crédito da imagem: beautyhealthcompany)
(Crédito da imagem: beautyhealthcompany)

Empinar o bumbum — na sociedade brasileira, o desejo de ter um par de glúteos modelados e empinados acaba sendo muito difundido – e as mulheres que não têm um volume muito grande na região acabam sofrendo.

Para acabar com esse mal, os tratamentos estéticos chegaram para turbinar a região e deixar o bumbum ainda mais atraente.

Pronta para conferir sobre o assunto?

Modelar e empinar o bumbum

Um bumbum bem modelado é o sonho de qualquer mulher, conquanto, nem sempre exercícios e dietas conseguem promover isso de maneira natural.

Nessas situações, é necessário recorrer a uma cirurgia plástica para gerar mudanças definitivas – principalmente em pacientes que já tentaram de tudo, mas não conseguem alavancar a aparência da região.

Pensando nisso, trouxemos dois procedimentos estéticos incríveis para os glúteos: a gluteoplastia de aumento e a lipoenxertia.

Tratamentos para turbinar o bumbum

• Silicone no bumbum – Gluteoplastia de aumento

Conhecido popularmente como silicone no bumbum, a cirurgia de gluteoplastia de aumento não serve somente para turbinar a região. Ela também pode ser uma excelente aliada para quem quer modelar os glúteos e melhorar o seu contorno.

Para quem o procedimento de empinar o bumbum é mais indicado?

Qualquer pessoa que queira aumentar o tamanho ou modelar o bumbum pode aproveitar as vantagens da cirurgia, mas as principais pessoas que podem se beneficiar com o procedimento são:

  • Mulheres que têm as nádegas bem pequenas;
  • Glúteos que sofrem com os sinais de flacidez ou que já perderam toda a rigidez e sustentação local;
  • Bumbuns achatados.

Quais são as contraindicações do procedimento?

Assim como qualquer cirurgia plástica, existem riscos e contraindicações para o procedimento, cabendo sempre uma análise do cirurgião plástico para verificar a viabilidade de saúde do paciente para o procedimento.

As principais indicações incluem pacientes com:

  • Problemas de saúde impeditivos para a cirurgia;
  • Presença de lúpus eritematoso sistêmico;
  • Complicações cardiovasculares que apresentam riscos para a saúde (principalmente as não controladas);
  • Diabetes fora de controle;
  • Problemas de coagulação ou cicatrização;
  • Algumas complicações mentais relacionadas;
  • Tabagismo;
  • Obesidade.

Quais são os riscos da gluteoplastia?

Embora seja uma excelente maneira de alavancar a auto estima feminina, a inserção de próteses nos glúteos pode apresentar alguns riscos, como:

  • Deixar os glúteos com aspecto artificial – devido ao mal posicionamento da prótese;
  • Surgimento de hematomas e acúmulo de líquidos corporais;
  • Contratura capsular do implante;
  • Outros problemas relacionados com o processo cirúrgico em si – comuns a todas as cirurgias plásticas.

De maneira geral, os problemas tendem a ser minimizados quando o paciente segue as indicações do cirurgião à risca e quando o profissional e local selecionados são de confiança e seguros para a saúde.

Enxerto de gordura – Lipoenxertia

Outra técnica estética muito procurada por quem quer melhorar a aparência do bumbum é a lipoenxertia, realizada por meio de um enxerto de gordura.

Nesse procedimento, a gordura localizada é retirada do próprio corpo da paciente, principalmente de locais de interesse, como: abdômen, coxas e costas.

Em seguida, a gordura é processada e utilizada para colocar em locais que precisam de maior preenchimento, como bumbum e mamas.

Por meio da lipoenxertia, os glúteos ganham maior definição e volume, ficando mais bonitos e empinados.

Como funciona a lipoenxertia?

Por meio de uma lipoaspiração comum, é feita a retirada de gordura da paciente. Em seguida, a gordura é processada e tratada, e é realizado o enxerto esculpindo todo o contorno corporal.

Além de ser utilizada para fazer com que o bumbum fique maior e mais bonito, a lipoenxertia também serve para:

  • Corrigir diferenças de tamanhos entre as nádegas;
  • Minimizar defeitos estruturais;
  • Reduzir assimetrias – ou até eliminá-las.

Assim como a gluteoplastia, a lipoenxertia também envolve riscos relacionados com cirurgias plásticas, cabendo sempre um acompanhamento médico profissional para conduzir o caso.

Dicas para modelar e empinar o bumbum

Para quem ainda não quer se submeter a uma gluteoplastia ou lipoenxertia e deseja tentar primeiro os exercícios e a dieta, seguem algumas dicas para turbinar o bumbum de maneira natural:

Capriche na ginástica localizada
Ginástica localizada na região dos glúteos é excelente para tonificar o bumbum e deixá-lo mais firme e modelado – além de ser uma grande aliada do emagrecimento e da queima de gorduras localizadas como um todo.

Aproveite os benefícios do pilates
Para quem pensa que pilates não trabalha os glúteos, está muito enganado. Apesar de não ser exatamente direcionada para essa região, a atividade amplia a consciência corporal e contribui com vários exercícios para melhorar o bumbum, como:
– Agachamentos;
– Pontes;
– E stepup.

• Tenha uma dieta de acordo com o que deseja alcançar
Se você quer tonificar o bumbum, precisa focar em uma alimentação pós-treino rica em proteínas, que farão com que a recuperação muscular se torne ainda mais efetiva.

Capriche em versões como:

  • Carnes vermelhas magras (como contrafilé e alcatra);
  • Queijo cottage;
  • Frango sem pele e osso;
  • Tilápia;
  • Peixes não fritos.
  • Além das proteínas, os carboidratos integrais serão cruciais no processo, ajudando a desenvolver a saciedade e a musculatura, por isso, seja amiga do:
  • Arroz integral;
  • Cereal;
  • Quinoa.
  • E, por fim, use os benefícios das gorduras boa a seu favor – elas são excelentes para esculpir mais ainda o corpão. Abuse de:
  • Manteiga;
  • Óleos naturais;
  • Amêndoas;
  • Castanha de caju.

Outros aspectos importantes

Um bumbum modelado e empinado é o sonho de consumo de uma boa brasileira. Mas como alcançá-lo quando a natureza não contribui?

Além das dietas focadas no consumo de gorduras, proteínas e carboidratos específicos, a prática de exercícios físicos localizados e pilates podem fazer toda a diferença para deixar o bumbum mais durinho e bonito.

Quem não tem paciência e foco para executá-los ou para aquelas que não veem efeitos com o passar do tempo, as cirurgias plásticas podem ser verdadeiras aliadas: definindo e modelando os glúteos.

Em caso de dúvidas, procure um cirurgião plástico, ele poderá indicar a melhor opção para seu corpinho, deixando a aparência ainda mais atraente!

Fiscais e policiais chegam a um dos estabelecimentos (Foto: PCMG/Divulgação)

Fiscalização apura sonegação de cerca de R$ 14 mi em vendas sem nota fiscal

PM realiza formatura do Proerd 2019 em Santa Vitória