Os conflitos e angústias no momento de escolher a profissão

A escolha da profissão costuma ser um momento angustiante por suscitar diversas dúvidas nos jovens

(Imagem: Tudo Em Dia)
(Imagem: Tudo Em Dia)

Uma das primeiras grandes decisões que o jovem precisa fazer ao adentrar a vida adulta é a escolha profissional que costuma ser um momento angustiante por suscitar diversas dúvidas.

Em um momento de conflito de identidade, ter que escolher uma profissão não é uma tarefa nada fácil. Até mesmo porque, não se trata apenas da escolha da profissão, mas quem o adolescente quer ser e o estilo de vida que irá levar.

Costumamos pensar na escolha profissional como um ato para toda a vida, algo que teremos de conviver enquanto vivermos. Tal pensamento contribui para que essa escolha seja ainda mais angustiante. Entretanto, devemos nos lembrar que somos livres para fazer escolhas e que ao escolhermos uma profissão a qual não nos identificamos e afeiçoamos não precisamos nos acorrentar a ela e viver infelizes. Nós temos livre arbítrio para mudar e ir ao encontro daquilo que nos faz feliz e profissionalmente realizados.

Autossabotagem

O que acontece é que muitas vezes nos autossabotamos com inúmeras desculpas, afinal, mudar muitas vezes dá medo e ficar onde já estamos acomodados parece mais conveniente.

Para escolhermos uma profissão precisamos primeiro nos conhecer intimamente, descobrir quem somos, o que gostamos e não gostamos, o que nos motiva, o que nos dá prazer, se gostamos do contanto com o outro ou não. Escolher uma profissão vai muito além de escolher quais tarefas você irá desempenhar, é escolher a forma como você vai transformar o mundo em que vive, o ambiente em que atua.

Se todos pensássemos assim antes de nos tornarmos um profissional, certamente nós teríamos serviços de mais qualidade, pois seriam feitos com amor e não por obrigação.

Analise suas preferências

Saber quais são suas habilidades, matérias preferidas e de maior facilidade também são pontos a serem observados para essa escolha. Porém, isso não quer dizer que se você quer ser engenheiro e tem dificuldades em matemática essa profissão está descartada para você. Embora muitas habilidades sejam inatas, outras nós podemos desenvolver.

Procure saber quais são as disciplinas dos cursos aos quais tem interesse através da grade curricular do mesmo. Analise as possibilidades de atuação que o curso oferece, visto que, atualmente muitos cursos dispõe de inúmeras subáreas de atuação e alguma delas pode ser de seu interesse.

Outra forma de saber se tal profissão é de fato a que você gostaria de exercer é falar com profissionais da área. Se possível, passar algum tempo observando o trabalho deste profissional para saber como é o dia a dia da profissão. Neste acompanhamento será possível ver as dificuldades vivenciadas e também as facilidades daquela atividade. Analisar a possibilidade de crescimento na carreira, o salário médio e o mercado de trabalho frente a essa profissão, também facilita a escolha.

O papel dos pais

Ademais, os pais tem um papel muito importante nessa escolha e o ideal é que apoiem a decisão dos filhos e evitem projetar neles sonhos profissionais que não pertençam aos filhos, isso em geral forma profissionais frustrados e serviços de má qualidade.

A profissão escolhida pelos filhos independente de ser uma profissão de status ou não é que deve ser levada em consideração. São os filhos que irão trabalhar e que precisam ser profissionalmente realizados.

Seja qual for a profissão escolhida, lembre-se: “A maior recompensa pelo trabalho não é quanto dinheiro se ganha com ele, mas sim o que nos tornamos através dele.” JONH RUSKIN

O serviço de orientação profissional realizado por psicólogos é uma excelente ferramenta para aqueles que apresentam dificuldades em fazer a escolha profissional.

Sugestões de filmes: Jerry Maguire, a Grande Virada; Um Senhor Estagiário; À Procura da Felicidade; Uma Manhã Gloriosa.


Leia mais artigos de Daniela Cortes

A posicionamento de colunistas não representa, necessariamente, a opinião do jornal Tudo Em Dia.

#Transtorno Opositivo Desafiador, #danielacortes, #artigo, #tudoemdia,

Jovem chegou a ser socorrido pela unidade do Samu, mas não resistiu aos ferimentos (Foto: Redes Sociais)

Motociclista morre ao ser atropelado por carro em Ituiutaba

Cruzamento da Avenida 101 com a MG-226 (Foto: Paulo Braga/Tudo Em Dia)

Vereadores cobram construção de rotatória na MG-226 com a Av. 101 embasados em Lei