Vereador cobra explicações da Copasa sobre reajuste abusivo na conta de água

A concessionária de fornecimento de água tem até o dia 14 de novembro para responder o ofício remetido pelo Legislativo

Ivo Américo (Foto: Paulo Braga/Tudo Em Dia)
Ivo Américo (Foto: Paulo Braga/Tudo Em Dia)

O aumento abusivo na tarifa de fornecimento de água em Capinópolis será investigado pela câmara municipal. Conhecida pela prestação de serviço deficiente na cidade, a Companhia de Saneamento de Minas GeraisCOPASA— é alvo de muitas reclamações.

Procurado por vários cidadãos contrariados com o reajuste, o vereador Ivo Américo (DEM) foi à tribuna do Legislativo na última segunda-feira (28) e criticou a postura da concessionária. Os buracos perfurados e não tapados pela Copasa também foram enfatizados pelo parlamentar.

O representante da unidade local da Copasa, Edivaldo Salgado, foi contactado pelo Tudo Em Dia para comentar as declarações do vereador. Conquanto, devido à normas internas da estatal mineira, o encarregado não se pronunciou.

O Legislativo enviou um ofício ao encarregado da Copasa nesta quarta-feira (30), cobrando explicações. “Solicitamos à V. Sa. explicações, no prazo legal de 15 (quinze) dias, quanto ao aumento exorbitante da tarifa de água, uma vez que temos sido procurados por moradores que tem reclamado do elevado percentual deste reajuste, de forma, inclusive injustiçada”, assinou Ivo Américo.

“Vivemos um momento econômico sensível em nosso país, onde o desemprego bate à porta do cidadão mineiro e não podemos aceitar este reajuste sem que sejam fornecidas as devidas informações que respaldem a necessidade”, disse o vereador Ivo Américo à reportagem do Tudo Em Dia.

A empresa tem até o dia 14 de novembro para responder o Legislativo.

O reajuste médio na tarifa de água foi de 8,38% — o dobro de 2018.

Cabe ressaltar que a unidade local da Copasa acata ordens hierarquias da central da companhia, em Belo Horizonte.

Veado é capturado em zona urbana de Ituiutaba

Maconha apreendida em Monte Alegre de Minas (Foto: PMMG/Divulgação)

Suspeito é morto e 500kg de maconha são apreendidos em Monte Alegre