Aumento na tarifa da Copasa e esgoto no Recanto das Acácias pautam sessão da Câmara

Os onze parlamentares tem apresentado propostas que vão de encontro aos anseios do povo, fazendo o Legislativo tomar uma posição protagonista

Sessão ordinária do Legislativo desta segunda-feira (04) - Foto: Paulo Braga
Sessão ordinária do Legislativo desta segunda-feira (04) – Foto: Paulo Braga

A sessão parlamentar realizada na noite desta segunda-feira (04) de novembro debateu demandas de grande interesse público. O Legislativo vem tomando uma postura de protagonismo devido ao trabalho dos onze parlamentares.

No início da reunião, o presidente Luciano Belchior (MDB) destacou a reportagem publicada pelo Tudo Em Dia no último domingo, onde a história do ‘Lampião’ Manoel Galdino foi contada. Assista à reportagem. O presidente pontuou a importância de reconhecer e valorizar o povo de Capinópolis.

O vereador Ivo Américo (DEM) voltou a cobrar uma resposta da Companhia de Saneamento de Minas Gerais — COPASA— para o aumento abusivo na tarifa de água em Capinópolis. Na última semana o parlamentar protocolou um ofício 003/2019 cobrando explicações.

Utilizando a tribuna do Legislativo, Ivo Américo comparou a prestação da Superintendência de Água e Esgoto de Ituiutaba (SAE) com a Copasa. Segundo o vereador, os contribuintes capinopolenses pagam um preço muito maior que os contribuintes de Ituiutaba e ainda tem uma prestação de serviço deficiente. “Esta Casa tem voz. Essa Casa é para defender os anseios do nosso povo. Queremos tirar o peso do bolso do nosso querido povo capinopolense”, disse o vereador na tribuna.

O vereador Daniel França (SD) sugeriu que seja enviado um ofício aos Deputados Estaduais de Minas Gerais para que os parlamentares tomem conhecimento destes aumentos abusivos por parte da Copasa em todo o Estado de Minas Gerais.

Neide Martins (MDB) sugeriu que sejam instalados os bloqueadores de ar no relógio de medição da Copasa. Segundo a vereadora, esta medida irá reduzir em 30% o custo do fornecimento da água em Capinópolis. Cabe ressaltar que um projeto da vereadora, com este tema já foi aprovado pela Câmara e a Lei foi sancionada pelo Executivo.

A Copasa voltou a ser criticada durante o pronunciamento do vereador Caetano Neto da Luz (PSDB). A estatal foi alvo de duras críticas por falta de fornecimento de água potável no bairro Barbosa II. Em agosto de 2019, o Tudo Em Dia esteve no local e conversou com o encarregado da obra no local, Tony ‘Campeão’. O encarregado afirmou que o fornecimento da água seria iniciado dentro de 40 dias, no entanto, já se passaram quase 90 dias e o problema persiste.

Segundo apurado pelo jornalista Paulo Braga na ocasião, a COPASA não recebeu a doação das áreas onde ficam a ‘taça’ e os equipamentos de bombeamento. A estatal só opera o sistema de fornecimento de água quando há as doações e a rede de fornecimento de água é interligada, o que também não ocorreu.

Uma nova apuração do Tudo Em Dia aponta que a empresa ‘Residencial Barbosa Empreendimentos Imobiliários Ltda’ — que comercializou os lotes— terceirizou o serviço de instalação da rede de fornecimento de água no Barobosa II. A empresa terceirizada receberá uma série de lotes como pagamento pelos serviços prestados.

Em um pronunciamento duro na noite desta segunda-feira (04), Edward Sales (PSDB) chamou os empresários que estão comercializando os lotes no Barbosa II de ‘estelionatários’.

Aparecido Ribeiro (DEM) salientou os constantes problemas na rede de esgoto na Avenida Daniel De Araújo Rocha. Segundo o vereador, o problema no local é constante e reaparece semanalmente. Caetano Neto da Luz (PSDB) relembrou que o ex-vereador Paulo Amaral — que não se reelegeu nas eleições de 2016— já havia pontuado que aquela rede de esgoto, construída no governo Dinair Isaac, seria problemática.

O vereador Luciano Belchior (MDB) e a vereador Suely Pricinoti (PSDB) ressaltaram que receberam reclamações relacionadas ao problema no esgoto na Avenida Daniel Rocha. Segundo os parlamentares, o prefeito de Capinópolis foi cobrado.

Suely Pricinoti pontuou, durante seu pronunciamento, que a Praça João Moreira de Souza (JMS) está reunindo a família capinopolense novamente. No último final de semana, a praça JMS estava lotada de pessoas.

Recentemente a nova iluminação foi inaugurada. Reveja a reportagem do Tudo Em Dia.

A vereador Neide Martins (MDB) cobrou a reforma dos banheiros da Praça João Moreira de Souza. Atualmente, os banheiros não estão funcionando.

Matérias aprovadas na sessão

Indicação 161/2019 — Neide Martins— Construir abrigo nos pontos de ônibus destinados ao embarque e desembarque de estudantes universitários.

Indicação 162/2019 — Caetano Neto da Luz — Promover operação tapa buracos nas seguintes localidades: A) Rua 96 com a Avenida Avenida João de Freitas Barbosa; B) Avenida 115-A com a Rua 94 no Bairro Semíramis, Solicita-se que esta indicação seja atendida com urgência.

Indicação 163/2019 — Gilvan Gama — Iluminar a academia ao ar livre existente no trevo principal da entrada da cidade.

Indicação 164/2019 — Gilvan Gama/João Makhoul— Iluminar a academia ao ar livre existente na estrada do Bairro Portal dos Ipês.

Foto: Divulgação

Conservatório une teatro, dança e musicalidade para orientar sobre as drogas

Suspeito é preso por tráfico de drogas e suspeitas de pedofilia em Vale do Aço