Sistema de videomonitoramento é inaugurado em Capinópolis

Ao todo, vinte e oito câmeras de segurança foram instaladas na área central da cidade, mediações bancárias e saídas da cidade

Inauguração do sistema de vídeo monitoramento em Capinópolis (Foto: Paulo Braga)
Inauguração do sistema de vídeo monitoramento em Capinópolis (Foto: Paulo Braga)

O sistema de videomonitoramento  em Capinópolis foi inaugurado oficialmente nesta sexta-feira (13) de dezembro, um ano após o início das discussões para implementação.

Assista à reportagem:

Ao todo, vinte e oito câmeras de segurança foram instaladas na área central, mediações bancárias e saídas da cidade. Mesmo com um índice considerado baixo de criminalidade, a população conta com auxilio do videomonitoramento para usufruir de mais segurança e tranquilidade.

O sistema já está em funcionamento desde meados de novembro de 2019, quando entrou em fase de testes.

Na manhã desta sexta-feira (13), o Tudo Em Dia visitou alguns pontos onde as câmeras foram implementadas e esteve na sala de monitoramento, instalada no 5º Pelotão PM de Capinópolis. Duas telas de 50 polegadas exibem as imagens das câmeras em tempo real.

Duas telas de 50 polegadas exibem as imagens das 28 câmeras de segurança. Uma câmera estava em manutenção (Foto: Gabriel Kazutto)

A implantação do sistema só foi possível por meio do empenho do Tribunal do Justiça de Minas Gerais, Ministério Público de Minas Gerais, Polícia Militar e Polícia Civil.

Parceiros importantes subsidiaram os custos financeiros — Câmara Municipal de Capinópolis, Município de Capinópolis, CRV Industrial, Aciac, Grupo Transcap, Cerâmica Drummond, Posto Guerra, Posto 3, Sicoob Credipontal, Loja Maçônica Justiça e Verdade e Rafael Guimarães.

O custo da estrutura de vigilância — que utiliza internet via rádio— foi de aproximadamente R$60 mil.

Parcerias

A Câmara Municipal de Capinópolis teve papel relevante na implementação do sistema. Cerca de R$22 mil foram repassados pelo presidente Luciano Belchior. “A Câmara Municipal vem fazendo um trabalho de destaque, promovendo as parcerias com Executivo, Judiciário, Secretaria de Saúde e Secretaria de Esporte. E esse é um dos pontos, uma bandeira que estamos trabalhando neste primeiro ano de governo no meu mandado de presidente”, disse Luciano Belchior em entrevista ao jornalista Paulo Braga.

O prefeito de Capinópolis, Cleidimar Zanotto, destacou em entrevista que o sistema dará mais condições de trabalho à Polícia Militar. “Esse videomonitoramento é um projeto muito importante para a segurança pública de Capinópolis, onde nós temos percebido muitas situações acontecendo, de vândalos, deterioração de patrimônio público, estouro em caixas eletrônicos. A ideia do videomonitoramento veio contemplar, para que a própria polícia tenha mais condição de fazer seu trabalho”.

Amauri Barros, representante da Usina CRV Industrial, ressaltou o compromisso da empresa com a comunidade. “É um passo importante para o município, juntamente com as autoridades, para monitorar e dar mais segurança à população. A CRV, mais uma vez, é parceira da cidade”, disse o gerente administrativo/financeiro, que também ressaltou a geração de renda que a usina proporciona à Capinópolis.

Melhorias

Em um futuro próximo, a tecnologia utilizada para as transmissões das imagens será a de fibra ótica, ampliando a qualidade das imagens e evitando travamentos. Outros pontos estratégicos da cidade também devem receber câmeras.

José Eurípedes Soares é funcionário público e presta serviços na Praça João Moreira de Souza, um dos pontos monitorados. Segundo José, o índice de crimes, como uso de drogas ilícitas e danos contra o patrimônio público, reduziram, no entanto, criminosos ainda utilizam os ‘pontos cegos’ para atividades delituosas. “Eu trabalho aqui e eu gosto do local. A gente se sente feliz quando vem as famílias, mas a insegurança aqui na praça tem ainda (…) com certeza, ainda pode ter uma melhoria, colocando uma câmera no meio da praça, 360 graus, ou se não, normal dessa mesmo [disse apontando para uma das câmeras implantadas na praça, que não tem gravação 360º]. E uns cem por cento melhorou aqui”, disse o funcionário.

Instituições sólidas

Uma constante nos discursos de inauguração do sistema de videomonitoramento, foi a força de agregamento com as instituições do Município de Capinópolis tem.

O juiz dr. Thales Cazonatto Corrêa — um dos grandes entusiastas do sistema de videomonitoramento— relembrou o início das discussões para implementação do projeto. “Em dezembro do ano passado, nós fizemos a primeira reunião lá no fórum, na sessão pública. Nós trouxemos o projeto e a sociedade abraçou. A intenção nossa, era que até fevereiro de 2019, a gente já estivesse com o sistema funcionando. No princípio, eram dezesseis câmeras, e nós aumentamos para vinte e oito. Então, o projeto quase que dobrou, e nós precisamos de mais tempo para poder realizá-lo. Hoje, dezembro de 2019, nós estamos entregando à população as 28 câmeras em funcionamento”, disse o magistrado, que desempenhou função fundamental para viabilizar o a implantação do sistema em Capinópolis.

O comandante do 5º Pelotão PM de Capinópolis, Tenente Renato Medeiros, destacou que espera os resultados positivos da implementação do sistema. “É um sentimento de satisfação e de dever cumprido, de poder estar dando o retorno para o cidadão capinopolense que confiou no nosso projeto. A partir de hoje, esperamos conseguir resultados através desse projeto que a gente conseguiu concluir”.

Maria Lenice, presidente do Conselho Comunitário de Segurança Pública (Consep), também destacou a sensação de dever cumprido ao entregar o sistema de videomonitoramento à sociedade. “É uma alegria muito grande, sensação do dever cumprido. Quando nós assumíamos a presidência do Consep, esse sonho já estava sendo gestado. E há praticamente um ano, fizemos a primeira reunião, contando com a parceria dos comerciantes”, disse a presidente.

Relembre a primeira audiência pública para implantação do sistema

Uma audiência pública presidida pelo Juiz de Direito, Dr. Thales Cazonatto Corrêa, realizada em 06 de dezembro de 2018, deu início ao almejado projeto.

O evento foi realizado no Fórum Odovilho Alves Garcia e contou com a presença de representantes do setor público, empresários e entidades. A estrutura do projeto foi realizada pelo Ministério Público (MP), Polícia Civil e a Polícia Militar.

A princípio, chegou-se a acreditar que o sistema seria implantado até fevereiro de 2019, mas alguns obstáculos acabaram surgindo. As agência bancárias instaladas no município — com exceção do Sicoob Credipontal— não contribuíram com a implantação.

Representantes

Várias autoridades e representantes de classes estiveram presente no evento de inauguração. Marina Braga, Conselho de Patrimônio Histórico e Cultural do Município; Amauri Barro, CRV Industrial; Dr. Cleiton Viana e Dr. Carlos Fernandes, Polícia Civil de Minas Gerais; Ten Coronel Alisson, PMMG; Luciano Belchior, Caetano Neto, Neide Souto, Sueli Pricinoti, Edward Sales, Gilvan Gama e João Makhoul, representaram o Poder Legislativo; Cleidimar Zanotto e Jaisson Souza, o Poder Executivo; Dr. Thales Cazonatto, Dra. Maria Carolina Silveira Beraldo, Anelize Vilarinho, representado o Poder Judiciário; Luiz Fernando, Aciac; Leonardo Parreira, Loja Maçônica Justiça e Verdade; Gilson Nunes, Iracilda Duarte e Suely Bizinotto, o secretariado do município, Paulo Roberto do Nascimento, o empresariado; Maria Lenice Silveira e Alan Santana, o Consep.

Fotos da inauguração do sistema nesta sexta-feira (13) de dezembro:

Criminosos abatem vacas em Uberlândia e deixam carcaça no pasto

Poder Judiciário homenageia personalidades em Capinópolis