20 vereadores de Uberlândia devem ser presos nesta segunda (16)

Digiqole Ad

O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) apura desvio de verbas de gabinetes de vinte e três vereadores de Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Vinte devem ser presos nesta segunda-feira (16) de dezembro. Outros três já haviam sido presos anteriormente.

O presidente da Câmara Hélio Ferraz, o Baiano (PSDB), está entre os investigados.

O grupo é suspeito de desviar verba em conluio com quatorze gráficas da cidade. O prejuízo aos cofres públicos pode chegar à R$ 4 milhões no período de janeiro de 2017 à dezembro de 2019.

O grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), responsável pela ação, não informou qual é o tipo de mandado contra cada vereador. Ao todo, são sendo cumpridos 40 de prisão e 42 de busca e apreensão, inclusive na Câmara.

Funcionários do Legislativo de Uberlândia, empresários e donos de gráfica também integram o grupo de suspeitos.

Veja também:

Apoio:

Alexandre Santos Gomes advogado em Capinópolis

Central de Jornalismo

https://www.tudoemdia.com

Leia também

Bloqueador de Publicidade

Detectamos um bloqueador de publicidade no seu navegador. Por gentileza, apoie o jornalismo independente brasileiro

Refresh

error: A cópia do conteúdo do Tudo Em Dia é proibida